Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270975
Type: TESE
Title: Sob a condição de não-falar de uma criança : a escrita de caso JM
Title Alternative: A child's non-speaking condition : writing JM's case
Author: Perottino, Silvana
Advisor: Coudry, Maria Irma Hadler, 1949-
Abstract: Resumo: Neste trabalho realizo uma reflexão sobre minha trajetória na clínica fonoaudiológica a partir de um relato do atendimento de um menino, JM, com diagnóstico neurológico de psicose/autismo. Nos três primeiros capítulos faço um levantamento crítico da literatura médica e fonoaudiológica sobre os atrasos de linguagem e o autismo e me dedico, também, à análise da perspectiva pragmática do processo terapêutico fonoaudiológico, a partir de noções teóricas advindas tanto da abordagem interacionista em aquisição de linguagem (DE LEMOS, 1982) quanto da neurolingüística discursiva (COUDRY, 1986/1988). Essas duas perspectivas, mais as formulações da clínica de linguagem (LIER-DE VITTO, 1994), constituíram os textos pelos quais circulei durante o acompanhamento de JM. Ao voltar-me para a escrita do caso, as posições de clínico e de investigador revelaram-se diferentes, já que somente no só depois, como investigadora, refleti a respeito de minha interpretação dos silêncios, das produções orais e dos gestos da criança na qual se revela não "o ato que se faz quando se fala", leitura possível de uma perspectiva pragmática, mas sim "o que a fala faz". Nesse sentido, a direção do tratamento de JM esteve imbuída pela noção de funcionamento da língua - sua anterioridade lógica ao sujeito -, no encontro com o singular de uma fala. Os dois últimos capítulos focalizam a fala de JM em seu caminho no processo de aquisição da linguagem, com destaque para as mudanças estruturais ocorridas, nas quais fragmentos incorporados de minha fala passaram por outras combinações e resultaram em enunciados que revelaram sua determinação pelas leis da linguagem, ou seja, os processos metafóricos e metonímicos (DE LEMOS, 2002). O fato de esse percurso da criança pela linguagem se pautar sobre a narrativa de um menino que foi sendo constituída nas práticas com a linguagem, discursivamente orientadas (COUDRY, 2002) - brincadeiras e dramatizações, faz-de-conta, leituras de livros - desenvolvidas durante as sessões, permite inferir que a questão da formação do sintoma na criança esteve fortemente presente para mim no processo terapêutico empreendido. A dissolução do sintoma de não-falar, ao menos a sua passagem para outro, é trazida na conclusão da tese quando, ao reencontrá-lo anos depois de terminado o acompanhamento fonoaudiológico, verifico que, de fato, se deu o esquecimento necessário da fala infantil (FREUD, 1889/1994; PEREIRA DE CASTRO, 2006). No entanto, ela retorna sob outra condição - por meio de hesitações e de um lapso de JM - e aponta para um sujeito da linguagem. A constatação de minha implicação no caso (LEMOS, 2002) vem do fato de, ao escrevê-lo, ele passar a existir em razão de meu desejo de que uma criança não fosse anônima.

Abstract: In this study I present a reflection on my experiences at the speech therapeutic clinic, based on the reports of sessions with a boy, JM, with a neurological diagnosis of psychoses/autism. The first three chapters consist in a critical analysis of the medical and speech therapeutic literature about language delays and autism, and focus also on the analysis of the pragmatic perspective of the speech therapeutic intervention, based on the theoretical notions from both the interactionist approach to language acquisition (DE LEMOS, 1982) and the discursive neurolinguistics (COUDRY, 1986/1988). These two perspectives, added to the formulations from the language clinic (LIER-DE VITTO, 1994) were the basis for the texts I used during the interventions with JM. When I started the writing of the case, the positions of clinician and investigator showed to be different, because just on the only after, as an investigator, it was possible to reflect on the interpretation of the silences, oral production and the child's gestures in which it was revealed not the "act made when one speaks", a possible reading from a pragmatic perspective, but "what the speaking does". In this way, the direction taken by JM's treatment was determined by the notion of language functioning, that is, its logical anteriority to the subject, at the encounter with the singularity of the speech. The last two chapters focus on JM's discourse in his journey for language acquisition, highlighting the occurrence of structural changes in which incorporated fragments from my speech went through some other combinations and resulted in statements which revealed they were determined by language laws, that is, the metaphorical and metonymical processes (DE LEMOS, 2002). The fact that this child's path through language is based on the narrative of a boy that was built on the discursively oriented practices with the language (COUDRY, 2002) - games and drama, fantasies, book reading - developed during the sessions, allows us to infer that the symptom formation issue for that child was strongly present to me throughout the therapeutic process. The dissolution of the non-speaking symptom, at least its passage to the other one, is mentioned in the conclusion of the thesis as, when meeting him years after the completion of the speech therapeutic treatment, I noted that the necessary forgetfulness of the childish speech had actually occurred (FREUD, 1889/1994; PEREIRA DE CASTRO, 2006). However, this childish speech returns under other circumstances, through JM's hesitations and lapse, thus revealing a language subject. The confirmation of my implication in the case (LEMOS, 2002) comes from the fact that when writing it, my desire to prevent a child from being anonymous makes it real.
Subject: Autismo
Pragmática
Fonoaudiologia
Neurolinguística
Clinica de linguagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Perottino_Silvana_D.pdf3.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.