Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270966
Type: TESE
Title: Hierarquia de pessoa em Avá Guarani = considerações a partir da morfologia distribuída
Title Alternative: Person hierarchy in Avá Guarani : a study of distributed morphology
Author: Freitas, Maria Luisa de Andrade, 1983-
Advisor: Sândalo, Maria Filomena Spatti, 1965-
Abstract: Resumo: Esta dissertação descreve e analisa processos morfológicos e sintáticos relacionados ao fenômeno da hierarquia de pessoa presente na língua Avá Guarani (Família Tupi-Guarani / Tronco Tupi), a partir do quadro teórico da Gramática Gerativa e, em especial, a partir da Morfologia Distribuída (HALLE; MARANTZ, 1993; HALLE, 1997 e MARANTZ, 1997). Hierarquia de pessoa é um padrão morfossintático encontrado em diversas línguas do mundo, no qual a categoria de pessoa (se primeira, segunda ou terceira) dos argumentos nucleares interage com fenômenos morfológicos e sintáticos. Neste estudo, atestaremos que o Avá é uma língua que exibe um padrão de hierarquia de pessoa (1 > 2 > 3), que afeta o sistema de concordância da língua, ou seja, a seleção do argumento que será marcado nos verbos transitivos está condicionada à pessoa que figura na posição de sujeito e de objeto. Esta relação entre a hierarquia de pessoa e o sistema de concordância é tradicionalmente descrita para as línguas Tupi-Guarani. Este trabalho evidencia, contudo, que o fenômeno da hierarquia de pessoa apresenta implicações também na ordem sintática da língua Avá Guarani. Tendo em vista uma interface entre a Sintaxe e a Morfologia, esta dissertação apresenta dois principais momentos de análise: com relação aos aspectos sintáticos, argumentaremos, a partir de Jelinek e Carnie (2003), que existe uma notável relação entre o fenômeno da hierarquia de pessoa e o deslocamento sintático do objeto nesta língua. Mostraremos, ainda, que esta relação traz evidências para a noção de inversão morfossintática (Cf. PAYNE, 1994b). Acerca dos aspectos morfológicos, aventaremos a proposta, a partir do quadro teórico da Morfologia Distribuída, de que a estrutura hierárquica gerada pela sintaxe é interpretada e modificada pelo componente morfológico, na medida em que este realiza operações pós-sintáticas, e atribui traços fonológicos aos traços abstratos manipulados pela sintaxe

Abstract: This master thesis describes and analyses morphological and syntactic processes related to person hierarchy in the Ava-Guaraní language (Tupi-Guaraní language family / Tupi stock). The work employs a general Generative framework, guided in particular by the principles of Distributed Morphology (HALLE; MARANTZ, 1993; HALLE, 1997; MARANTZ, 1997). Person hierarchy is a morphosyntactic grammar pattern where the arguments person category (if 1st, 2nd or 3rd) interacts with morphological and syntactic phenomena. Systems like these have been found in several languages, and they are featured in descriptions of most members of the Tupi-Guarani language family. The purpose of this research is to discuss in greater detail the exact patterns displayed by the Avá-Guaraní 1 > 2 > 3 system. Thus, this work demonstrates that the argument marked on transitive verbs can be either Subject or Object (external or internal), depending on the involved person-number features. In addition to analyzing the interaction of person hierarchy and agreement, it is possible to demonstrate that the hierarchy also triggers a syntactic order change in Avá-Guaraní. As discussion of a grammatical interface, this thesis elaborates two analytical steps: At a syntactic level, it establishes a remarkable relationship between person hierarchy phenomena and the syntactic object displacement following the approach of Jelinek e Carnie (2003). Additionally, it is demonstrated that this relationship provides evidence for the morphosyntactic notion of inversion (Cf. PAYNE, 1994b). In a subsequent section, taking into account insights of the Distributed Morphology framework, the analysis suggests that the hierarchical structure generated by syntax is interpreted and modified by the morphological component, insofar as it performs post-syntactic operations and implements phonological content to the abstract features manipulated by syntax
Subject: Índios - Línguas
Índios Avá-Guarani
Hierarquia (Linguistica)
Morfologia
Sintaxe (Gramatica)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freitas_MariaLuisadeAndrade_M.pdf1.3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.