Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270950
Type: TESE
Title: Narrativas infantis sobre experiencias vividas : uma questão de representação?
Author: Saleh, Pascoalina Bailon de Oliveira
Advisor: Castro, Maria Fausta Pereira de, 1944-
Castro, Maria Fausta C. Pereira de
Abstract: Resumo: De uma maneira geral, os estudos sobre a aquisição de narrativas adotam modelos descritivos que imaginação atrelam o relato à fidelidade ao vivido e a ficção à Imaginação. Neste trabalho buscamos uma alternativa a essa perspectiva representacionista da linguagem, pois, para nós, a relação do sujeito com o mundo e com suas experiências só pode se dar via linguagem; mais que isso, o funcionamento da linguagem determina essa relação.Dessa forma, procuramos desenvolver a idéia de que a narrativa infantil deve ser pensada em termos dos efeitos que elas produzem, ou seja, efeito de referencialidade ou de ficcionalidade. Para tanto, discutimos o papel da linguagem na criação desses efeitos bem como sobre a natureza da relação entre relato e experiência vivida na aquisição da linguagem. No âmbito da aquisição, adotamos como suporte teórico o interacionismo em sua versão mais radical, em que o outro é concebido como instância de funcionamento da língua constituída. Inspirada na releitura do estruturalismo europeu a referida proposta toma os modos de funcionamento da linguagem -os processos metafóricos e metonímicos - como os mecanismos responsáveis pela mudança na aquisição. Ou seja, nessa perspectiva as hipóteses sobre a aquisição são fundadas em hipóteses sobre o funcionamento da linguagem, constituindo-se, portanto, em uma alternativa às hipóteses que se mantêm presas ao social e/ou ao psicológico. Além disso, tal forma de pensar a linguagem implica o rompimento com a idéia de que a referencialidade da linguagem resulta de uma correspondência do enunciado com as coisas do mundo. ... Observação: O resumo, na íntegra, poderá ser visualizado no texto completo da tese digital

Abstract: In general the studies on narrative acquisition adopt descriptive models which relate report to real experience and fiction to imagination. This work searched for an altemative to such representational language perspective since for us the relationship between subject/world and his/her experiences can only be possible through language. Beyond that, language functioning determines this relation. This way, we tried to develop the idea that child narrative can be considered in terms of the effects they produce, that is, referential and fictional ones. Thus, we discussed the language role in the creation of these effects as so as the nature of the relationship between narrative and lived experience in language acquisition. Our theoretical support in the Language Acquisition field is the interactionism in its most radical version. In this proposal "the other" is conceived as the functioning instance of constituted language. Inspired in modem readings of the European Structuralism, it takes metaphorical and metonymical processes as mechanisms responsible for changes in acquisition. In this perspective the hypothesis about acquisition is based on hypotheses about language functioning. So the interactionism is an altemative to the social and psychological based hypotheses. Besides, this way of thinking about language implies a rupture with the idea that language has straight correspondences with the objects in the world. That is, a representational point of view
Subject: Linguagem - Aquisição
Narrativa (Retórica)
Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Saleh_PascoalinaBailondeOliveira_D.pdf29.24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.