Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270927
Type: TESE
Title: Vida e tempo em proliferação : imagens que experimentam mudanças e climas
Title Alternative: Life and time in proliferation : images that experience changes and climates
Author: Luccas, Tainá Mascarenhas de, 1983-
Advisor: Dias, Susana Oliveira, 1973-
Abstract: Resumo: Nuvens de pensamento que se encontram e dispersam... Será que vai chover? Potência que se faz em água. Pesquisa-inundada que deseja pensar a imagem fotográfica enquanto potência de vida - uma imagem-viva que prolifera intensidades distintas que movimentam nossos pensamentos e sensações em fluxos imprevisíveis, devires. Ventos que me levaram ao encontro de fotografias que querem representar o clima - as mudanças climáticas, desejo de aproximação com esses materiais para pensar as potências de vida nas/pelas/com/por essas imagens. Intensidades que se propagam desde dentro desses corpos-imagéticos cada vez mais presentes em nossas vidas e que criam formas de habitar o mundo. Imagens estas que aparecem na mídia e na divulgação científica - fotografias que, com frequência, dizem de um tempo que passou (o vivido) e também desejam afirmar um tempo futuro (querem fixar as nuvens?); discursos que investem na previsibilidade do tempo, no controle das forças da natureza, na conservação da vida. Imagens que carregam muitos clichês e tentativas de fixação de sentidos em torno das mudanças do clima. E como, então, procurar potências de vida, outras temporalidades nessas imagens cada vez mais encharcadas de clichês? Questão que movimentou o pensamento-escrita-pesquisa a se aventurar por entre fotografias clichês, mudanças e climas; estudos que passaram a integrar as atividades do projeto de extensão "Vida e tempo em proliferação: experimentações com as imagens das mudanças climáticas" (Faepex/Unicamp) - que trafegou pelas interfaces entre ciência, arte, filosofia, comunicação; com a criação de artefatos e contato com o público. Que vida e tempo pulsam dessas imagens? Pergunta que movimentava nossas pesquisas/experimentações a procurar possibilidades distintas de aproximação com as imagens do clima, intensidades que pudessem emergir desde dentro dos clichês, das tensões entre retenção e fluxo de significados; controle e descontrole; previsibilidade e imprevisibilidade, forças marcantes nas imagens e dizeres climáticos. Buscamos experimentar outros caminhos e possibilidades de encontro com o tema climático, outras políticas e poéticas imagéticas que pudessem proliferar fluxos imprevisíveis de pensamentos em devir

Abstract: Clouds of mind which meet and scatter... Is it going to rain? Floated research desires thinking about a photographic image while the power of life - alive image makes different intensities which move our thoughts and sensations of flows becoming unpredictably. Winds enlace me until photographs, wanting to present the atmosphere - climate changings, approach desire with these materials, thinking about the life power within through these images. Intensities scatter since the beginning of these image-bodies even more inside our lives, creating slims which inhabit the world. These images arise on the media screens and scientific communication - photographs that, frequently, tell about an old time which passed by (lived) besides they desire the destiny (do they want to be clouds?). Speeches increase time predictably, manage the strengths of the nature, controlling life. Images which carry a lot of clichés and sense fix temptation of signs according to climate changings. So how looking for life power, other time changings to these images each time more floated by clichés? It is a question of movement that turns on the writing thoughts research to adventure among photos clichés, changings and climate; studies that take part in the extension project activities "Life and time proliferating: experiences with climate image changings" (Faepex/Unicamp) -walking on the surfaces among science, art, philosophy, communication; with the creation of manufacture in touch with public. Which life and time pull these images? Question that moves our researches/experiences looking for different possibilities of approaching to the climate images, intensities which could emerge from inside the clichés, tensions between holding back and meaning flows; controlling and loosing control; predictable and unpredictable, remarkable strengths inside images and climate speeches. We are looking for experiencing other ways and possibilities of enlacement with the climate subject, other politics and poetic images that could proliferate flows and unpredictable becoming thoughts
Subject: Divulgação científica
Mudanças climáticas
Comunicação visual
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Luccas_TainaMascarenhasde_M.pdf5.66 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.