Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270909
Type: TESE
Title: As teorias lingüísticas da espacialidade : uma agenda dialetológica na gramatização do português do Brasil
Title Alternative: Linguistic theories of spatiality
Author: Gonçalves, Marcelo R. B., 1975-
Advisor: Abaurre, Maria Bernadete Marques, 1946-
Abstract: Resumo: Este trabalho é fruto da pesquisa de doutoramento em Lingüística junto ao IEL/Unicamp, na área de História das Idéias Lingüísticas, e propõe a discussão da temática da espacialidade na Lingüística Brasileira e seu funcionamento na relação língua/sujeito/estado num período que vai do final do século XIX a meados do século XX. Trabalhamos dentro de uma perspectiva discursiva, ou como diz Orlandi (2001), aquela que pensa a língua em sua história e seu funcionamento. Iniciamos nossa discussão utilizando as considerações de Auroux (2009) sobre o processo de gramatização e sobre os instrumentos tecnológicos deste processo, como os dicionários e as gramáticas. Tentamos investigar como estas tecnologias lingüísticas produzem discursos num determinado espaço-tempo, e como estes discursos se relacionam para a constituição de uma dada língua. Serão proveitosas para esta investigação as reflexões feitas em Orlandi (2001). Duas sensíveis complementações às pesquisas iniciadas por Auroux com o grupo da França são desenvolvidas pelo grupo de pesquisa aqui do Brasil. De um lado a necessidade de, em face da própria realidade Brasileira, rever o lugar da constituição de uma língua nacional e seus sujeitos agora em um ambiente de colonização, e de outro agregar as chamadas novas práticas de leitura, propostas pela análise de discurso francesa e que trabalham de maneira característica a construção de arquivos, ou seja, a leitura da história, sua interpretação. Funcionando dentro de uma política de línguas, é a partir deste discurso sobre a espacialidade brasileira que poderemos pensar numa série de práticas que vão afastar a Língua portuguesa falada no Brasil da de Portugal, e, mais tarde, tentar confirmar a unidade de uma língua nacional. Contraditoriamente, é a partir desta mesma unidade imaginária que as questões sobre a diversidade concreta da língua falada em território nacional vão surgir e ganhar força

Abstract: This work is the result of a phD research in Linguistics at the IEL/Unicamp, in the history of Linguistic Ideas, and proposes a thematic discussion of spatiality in Brazilian Linguistics and its role in the relation language/subject/State in a period of the late nineteenth century to the mid-twentieth century. We work within a discursive perspective, or as Orlandi (2001), that think the language in its history and its functioning. We started our discussion using Auroux (2009) considerations about the process of grammatisation and about the technological instruments of this process, such as dictionaries and grammars. We try to investigate how these linguistic technologies produce speeches on a particular space-time, and how these speeches relate to the formation of a given language. Orlandi (2001) comments will benefit this research. Two sensitive additions to the research initiated by Auroux with the Group from France are developed by the research group here in Brazil. At one side, due to the Brazilian reality, the need to review the formation of a national language and its subjects now in an environment of colonization. In the other side, the need to aggregate the so called new reading practices, proposed by the French speech analysis, which works in a characteristic way of building files, that is to say, the reading of history, its interpretation. Operating in a language policy, based on the speech about the Brazilian spatiality, we may think in a series of practices that will drive the Portuguese spoken in Brazil apart from the one spoken in Portugal and, later, try to confirm the unit of a national language. Conversely, it is from this same imaginary unit that issues about concrete diversity of the language spoken in the national territory will emerge and gain strength
Subject: Ideias linguisticas - História
Discurso
Língua portuguesa - Brasil
Dialetologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Goncalves_MarceloR.B._D.pdf6.44 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.