Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270851
Type: TESE
Title: As eticas da palavra : Nietzsche com a psicanalise
Author: Freire, Marcelo Muniz
Advisor: Rajagopalan, Kanavillil, 1945-
Rajagopalan, : Kanavillil
Abstract: Resumo: A psicanálise, enquanto uma teoria acerca do ser falante, consiste em um exercício de reflexão sobre a linguagem, isto é, um estudo sobre as leis estruturais que determinam o funcionamento lingüístico e, conseqüentemente, o sujeito. Nietzsche, por sua vez, construiu uma filosofia que, se não chegou em nenhum momento a se deixar encerrar em um sistema, marcou-se por se apresentar, preferencialmente, como uma atividade de crítica radical à linguagem, e é justamente essa a razão de ter ele se constituído no mais virulento crítico da filosofia tradicional, na medida em que esta sempre se caracterizou por tomar a linguagem enquanto espelho da natureza. Se os seus escritos tinham o propósito assumido de desencadear intensa polêmica, isso decorre precisamente desse compromisso estabelecido já em seus primeiros trabalhos filosóficos com uma perspectiva que concebe a linguagem como sendo criadora do mundo humano, dos fatos. Esta tese tem o intuito de cotejar o pensamento nietzscheano com a doutrina psicanalítica, tomando-as enquanto éticas da palavra. Ao buscar articulá-las, aprofundando a investigação acerca da amplitude das convergências e divergências que marcam tal encontro, penso assim estar trazendo para o interior do campo lingüístico uma série de questões que só tem a enriquecer o domínio dos estudos sobre a linguagem.
Abstracts: Psychoanalysis, as a theory about the speaker, consists in an exerci se of thinking about language, that is, a study about the structural laws which determine the linguistic functioning and, consequently, the human being . Nietzsche, in his tum, has built a philosophy which, if has not shut itself up in a system in any moment, has stamped itself mostly as a radical criticism to language activity. Due to this, Nietzsche has promoted the most virulent attack on traditional philosophy, since it has always considered language a mirror of nature. If his works had the purpose of rising an intense polemic, that is a consequence of the compromise already established in his first philosophical works on a perspective which conceives language as an active creation of the human world, the facts. This thesis aim to conffont nietzschean thoughts with the psychoanalytic doctrine, taking them into account as ethics of word. I will try to search an articulation between them by investigating deeply the amplitude of their convergences and divergences. Doing so I suppose to be bringing a series of questions to the linguistic field that will certainly enrich the language studies domain.
Subject: Linguagem e etica
Palavra (Linguística)
Linguística
Psicanálise
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1995
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Freire_MarceloMuniz_M.pdf29.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.