Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270844
Type: TESE
Title: "Funk-se quem quise" no batidão negro da cidade carioca
Title Alternative: "Get down and funky" with the black rhythm of the 'carioca' city
Author: Lopes, Adriana Carvalho
Advisor: Rajagopalan, Kanavillil, 1945-
Rajagopalan, Kanavilil
Abstract: Resumo: O funk carioca é hoje uma das maiores manifestações culturais de massa do Brasil e está diretamente relacionado aos estilos de vida e experiências da juventude de periferias e favelas. Trata-se de uma performance híbrida resultante de um intenso processo de apropriação, transformação, nacionalização e comodificação de ritmos da diáspora africana. Considerando que as identidades são performances políticas de linguagem, este trabalho objetiva investigar como os atos de fala que definem os significados de raça, gênero e território constituem a identidade do funk - tanto da prática musical, quanto de seus sujeitos. Situado em um campo de estudos transdisciplinar, este estudo conjuga a análise lingüística e a interpretação etnográfica. Por meio de certa vivência nos bastidores do funk carioca, como também de um diálogo com os atos de fala encenados pelos artistas e pelas artistas de funk, mostro como essa prática musical propõe uma nova leitura sobre a cartografia social da cidade do Rio de Janeiro, que tanto desafia o racismo velado da sociedade brasileira, quanto reinventa novas identidades de raça e gênero

Abstract: Funk carioca is a one of the largest cultural manifestations of Brazil and is fundamentally related to the lifestyles and experiences of youth from Rio de Janeiro's periphery and slums, known as favelas. Funk carioca is a hybrid performance resulting from an intense process of appropriation, commodification and nationalization of African Diaspora rhythms. Whereas identities are linguistic constructions, which is to say that identities are performances, the aim of this research is to investigate how the speech acts that define the meanings of race, gender and territory constitute the identity of funk carioca. Situated in a transdisciplinary field, this study combines linguistic analysis and ethnography. Through some backstage experience in funk carioca, but also through an interpretation of speech acted out on stage, this work shows how funk carioca proposes a new reading of the social map of Rio de Janeiro, which challenges a veiled racism in Brazilian society and reinvents new identities of race and gender
Subject: Funk carioca
Desempenho
Identidade
Raça
Gênero
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2010
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Lopes_AdrianaCarvalho_D.pdf6.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.