Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270605
Type: TESE
Title: A latencia do nome : um estudo historico-enunciativo dos processos de designação no discurso ecologico-politico-partidario
Author: Souza, Deusa Maria de
Advisor: Guimarães, Eduardo, 1948-
Guimarães, Eduardo R. J.
Abstract: Resumo: Esta tese tem como objeto de investigação o chamado "discurso ecológico" ou "discurso verde" (green discourse), mais especificamente o discurso ecológico-político-partidário. Nossa pesquisa teve como preocupação fundamental a investigação, pelo método da Semântica da Enunciação, da questão da significação através dos processos designativos apreendidos da análise do conjunto de textos que compõem o corpus selecionado e do processo de instauração dos sentidos que a partir dele se configuram, sentidos esses manifestados na relação do sujeito com a linguagem. No universo de discursos sobre o meio ambiente, optamos por enfocar o discurso ecológico-político-partidário, estabelecendo um recorte a ser examinado, ou seja, o manifesto dos partidos verdes tomados como textos "inaugurais", os quais se propõem reunir os princípios filosóficos norteadores da conduta do partido político e dos seus membros. Objetivamos, assim, investigar o discurso ecológico-político-partidário no âmbito da chamada "política verde", a fim de poder descrever elementos de seu funcionamento enunciativo, buscando identificar processos de instauração e produção de sentidos a partir da identificação de processos de designação. Procuramos confrontar, através da análise proposta, a aparente estabilidade das designações e a univocidade do nome próprio, e, conseqüentemente, a crença na transparência da linguagem. Na perspectiva teórico-metodológica a qual este estudo está filiado, ou seja, a Semântica Histórica da Enunciação, a língua funciona porque há uma determinação histórica que a faz funcionar. Na medida em que um sujeito ocupa uma posição no interdiscurso , a língua funciona, determinada por essa posição e significando por ela. Os efeitos de sentido se dão (o sentido se produz) na medida em que a língua funciona afetada pelo interdiscurso. Concluímos, em nosso estudo, que os processos designativos observados na análise do corpus constituem um lugar onde é possível depreender uma organização do mundo, ou seja, uma interpretação da atividade humana. Esses processos revelam uma aparente estabilidade das designações (como, por exemplo, a existência de uma única natureza a ser salva), contribuindo para a construção de um efeito de homogeneidade do dizer ecológico-político-partidário e produzindo um efeito de tipo (o discurso verde). Além disso, foi possível perceber, graças também à articulação do aparato teórico adotado e do material de análise selecionado, a efetiva relevância de se manter em aberto a questão da exterioridade da linguagem, como uma questão permanente para os estudos semânticos

Abstract: This dissertation aims at investigating the so-called "ecological discourse" (green discourse), more especifically the green party discourse. Relying on the method offered by the field of Semantics of Enunciation, we werenparticularly interested in questions of meaning observed in processes of designation through the analysis of a corpus formed by a set of documents produced by the English and Brazilian green parties. Within the different discourses on the environment, we selected the green party manifestoes taken as "inaugural" texts, Le., texts that include the philosophical principais that guide the members of the parties's attitudes. We sought to examine the green party discourse in order to describe elements of its enunciative functioning as well as identify processes of meaning production. Our analysis enabled us to confront the apparent stabilized designations in relation to the party's name and the belief in the transparency of language. In the orientations of Semantics of Enunciation, language works due to a historical determination. Insofar as a subject occupies a position in the interdiscourse, language works determined by such position creating meaning through it. Our analysis led us to conclude that the processes of designation observed in the corpus represent a place where it is possible to aprehend a particular organisation of the world, that is, an interpretation of human activity. Such processes reveal an apparent stabilization of designations (as, for instance, the existence of a single "nature" waiting to be saved), and contribute to the construction of an effect of homogeneity of the green party discourse, producing an effect of "type", ie, the green discourse. Besides, we could notice, thanks also to the articulation between the theoretical apparatus adopted and the analysis of the selected corpus, the relevance of maintaining open-ended the question of the externaI aspect of language, as a recurring question for any semantic studies
Subject: Semântica
Referência (Linguística)
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Souza_DeusaMariade_D.pdf7.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.