Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270581
Type: TESE
Title: O tratamento enunciativo da metáfora no estudo da designação do nome "português" na América Latina = um trabalho com política de línguas
Title Alternative: The enunciative treatment of the metaphor in the study of the designation of the name "Portuguese" in Latin America : a work with language policy
Author: Santos, Gabriel Leopoldino dos, 1986-
Advisor: Guimarães, Eduardo, 1948-
Guimarães, Eduardo Roberto Junqueira, 1948-
Abstract: Resumo: Neste trabalho de pesquisa objetivamos compreender a constituição e o funcionamento da designação do nome "português" em um espaço de enunciação particular da América Latina: a região do Rio da Prata, na Argentina. Mais especificamente, objetivamos compreender as determinações históricas e políticas que incidem sobre a constituição dos sentidos do nome "português" em um espaço de enunciação cuja língua oficial, ou que funciona como tal, não é o português. Assim, nosso corpus foi constituído por um conjunto de entrevistas feitas com alunos e professores do curso superior de Professorado em Português da Universidad Nacional de Entre Ríos (UNER), localizada na província de Entre Ríos, Argentina. Tendo em vista nosso objetivo de pesquisa e nosso material de análise, trabalhamos com a hipótese de que as metáforas de "português" determinavam a constituição e o funcionamento da designação desse nome nesse espaço de enunciação. Mobilizando, então, o dispositivo teórico-metodológico da semântica histórica da enunciação, desenvolvemos uma reflexão de natureza teórico-analítica em torno do modo como compreendemos o funcionamento enunciativo da metáfora e de como esse funcionamento determina a constituição da designação do nome "português" nos acontecimentos enunciativos que tomamos para análise. Uma das compreensões importantes que esta pesquisa permite ter é a da distribuição normativa e desigual das línguas no espaço de enunciação latino-americano. Em outras palavras, ao estudarmos os sentidos de "português" nessa porção da América Latina, foi possível observar que a política de línguas (tal como esse conceito é trabalhado aqui, a partir de Orlandi (2007b)) se estrutura pelo litígio característico do real das línguas em relação. Como efeitos dessa política, por um lado, temos a exclusão de algumas línguas, e de seus falantes, de seus direitos de simbolizar o real e, por outro, temos instalados os diferentes modos de essas línguas excluídas, bem como de esses sujeitos-falantes excluídos, afirmarem o seu pertencimento ao espaço de enunciação latino-americano

Abstract: In this research work we have aimed to understand the constitution and the functioning of the designation of the name "Portuguese" in a particular space of enunciation in Latin America: the region of the River Plate, in Argentina. More specifically, we have aimed to understand the historical and political determinations that affect the constitution of the senses (sens, in French; sentidos, in Portuguese) of the name "Portuguese" in a space of enunciation whose official language is not Portuguese. Our corpus consisted of a series of interviews with students and teachers from the Profesorado en Portugués (major in Portuguese as a Foreign Language) of the National University of Entre Ríos, located in the province of Entre Ríos, Argentina. Given the objectives of this research and our analysis material, we have worked with the hypothesis that the metaphors of "Portuguese" determined the constitution and the functioning of the designation of this name in the space of enunciation studied here. Taking the Historical Semantics of the Enunciation for granted, we have developed a theoretical-analytical reflection about the way we understand the enunciative functioning of the metaphor and how this functioning determines the constitution of the designation of the name "Portuguese" in the enunciative events we have analyzed. This research allows us to understand, among other things, the normative and uneven distribution of the languages in the Latin American space of enunciation. In other words, by studying the senses of "Portuguese" in this part of Latin America, it was observed that the politics of languages (as this concept is conceived by Orlandi (2007b)) is structured by a litigious dispute that characterizes the real of languages in relation. As effects of such dispute, on one hand, we can state that some languages, as well as its speakers, are excluded from its rights to symbolize the real and, on the other hand, this exclusion sets the scene for the different ways by which these excluded languages affirm its belonging to the space of enunciation of Latin America
Subject: Designação (Lingüística)
Metáfora
Enunciação (Linguística)
Política linguística
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2012
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_GabrielLeopoldinodos_M.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.