Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270577
Type: TESE
Title: Política de línguas, política de Estado : história, sentido e espaço de enunciação internacional
Title Alternative: Language policy, State policy : history, sense and space of enunciation
Author: Oliveira, Danilo Ricardo de, 1987-
Advisor: Guimarães, Eduardo, 1948-
Guimarães, Eduardo Roberto Junqueira, 1948-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem por objetivo fazer uma história das ideias linguísticas nas relações internacionais do Estado brasileiro. Na constituição dessa história, espera-se dar visibilidade específica à categoria interpretativa "espaço de enunciação", sobretudo pela análise de um corpus constituído a partir do Arquivo Histórico e Diplomático do Itamaraty, com documentos do período entre 1930-1950, momentos em que a designação da língua oficial esteve no centro das discussões no Brasil. É nosso objetivo analisar as possíveis implicações que a polêmica quanto ao nome da língua do Brasil teria nas políticas de línguas no cenário internacional. Grosso modo, considera-se o cruzamento das discursividades sobre o nome da língua e sobre a expansão dessa língua como objeto de especial interesse para compreender como, historicamente, o Estado pôde constituir uma política de sua língua justamente quando a identidade dessa língua estava, então, se construindo. Dar visibilidade a esse impasse histórico abre terreno para uma leitura particular quanto aos meios e objetivos da "expansão do idioma", permitindo interpretar uma história de sentidos para a língua nacional do Brasil e uma história das políticas de língua enquanto políticas do Estado brasileiro nas relações internacionais. Os materiais de pesquisa são aqui tomados enquanto textos e analisados com base no quadro teórico-metodológico do programa História das Ideias Linguísticas e da Semântica do Acontecimento. Nosso procedimento de análise de textos fundamenta-se em recortes dos materiais de pesquisa, recortes esses que respondem a dois interesses: de um lado, constituir uma história pelos sentidos que o texto tem sobre um objeto específico, a língua; de outro, marcar decisiva e explicitamente essa pesquisa e leitura do corpus enquanto prática política e, consequentemente, constituir uma história que, ao admitir seu caráter interpretativo, realça uma posição ética na pesquisa linguística. O interesse pela história das políticas de língua, na sua relação com o conceito de espaço de enunciação, e os dispositivos de análise do corpus posicionam este trabalho de modo especial entre os estudos da língua e da linguagem. Confiamos, porém, que o diálogo com as relações exteriores e com a própria história possa indicar também outros domínios disciplinares nos quais este trabalho venha potencialmente a se constituir enquanto objeto de interesse acadêmico

Abstract: This paper aims to make a history of linguistic ideas in international relations from Brazilian State. In that history, it is expected to give special visibility to the linguistic concept of "space of enunciation". We analyze a corpus, constituted from Itamaraty¿s Historic and Diplomatic Archive, with documents from the period between 1930-1950, moment in which the name of official language was at the center of discussions in Brazil. It is our aim analyzing the possible implications that the controversy about the name of the language would have on language policies in the international scenario. In short, we consider the intersection of discourses on the name of the language and on the expansion of the language as a subject of special interest to understand how the State could elaborate a policy of one language whose identity was being built. Giving visibility to this historical stalemate allows a particular reading on the means and objectives of the "expansion of language", allowing to interpret a history of senses to the national language of Brazil and a history of language policies as policies of Brazilian State in the international relations. In this work, the research materials are taken as texts and analyzed based on the theoretical and methodological framework of the program History of Linguistic Ideas and of the Semântica do Acontecimento (Semantics of the Utterance Event). Our procedure of analysis of text is based on clippings of research materials. These clippings correspond to two interests: on one hand, to constitute a history by the meanings of a text about a specific object, the language; on the other hand, to define decisive and explicitly this research and reading as political practice. By this procedure we are highlighting an ethical position in linguistic research. The interest in the history of language policies, in its relation to the concept of space of enunciation, as well as the device of analysis, position this job especially between studies of language. We trust, however, that the dialogue with the international relations and with history itself can also indicate other subject areas in which this work will potentially be constituted as an object of academic interest
Subject: Linguagem e linguas - Aspectos políticos
Política linguística
Ideia (Filosofia) - História
Língua portuguesa - História
Semântica
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_DaniloRicardode_M.pdf11.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.