Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270488
Type: TESE DIGITAL
Title: Historicização e institucionalização das masculinidades no Brasil
Title Alternative: Historicization and institutionalization of masculinities in Brazil
Author: Oliveira, Fábio Araújo, 1975-
Advisor: Rodriguez Zuccolillo, Carolina Maria, 1964-
Zuccolillo, Carolina Maria Rodríguez
Abstract: Resumo: A partir do entendimento de que há no Brasil, desde a década de 1990 até os nossos dias, o Discurso das Masculinidades, ou seja, a existência de um conjunto de práticas diversas de criação, colonização e/ou propagação de diferentes posições do masculino, analisamos, nesse trabalho, a "historicização e institucionalização" das masculinidades no Brasil. Para isso, utilizamos os pressupostos teórico-metodológicos da Análise do Discurso de linha francesa, criada por Pêcheux e bastante desenvolvida no Brasil. Nessa perspectiva, selecionamos algumas das publicações dos estudos das masculinidades e investigamos seus aspectos ideológicos e seus efeitos na constituição do Discurso das Masculinidades. Acreditamos que um dos mais importantes efeitos dos estudos das masculinidades é o de organizar e orientar sentidos em torno de um saber que pluraliza o masculino, funcionando como um "significante mestre" dentro do Discurso das Masculinidades. A organização de sentidos a que nos referimos acontece principalmente pela "historicização" do vocábulo "masculinidades", no plural. Assim, embora existam práticas que construam, propaguem e/ou explorem posições diversas de masculinidade, como a ressignificação da homossexualidade empreendida inicialmente pelo movimento gay, ou a criação de novas formas de um homem consumidor feita pela publicidade, por exemplo, são os estudos das masculinidades que engendram o termo masculinidades e o desenvolvem. A entrada e permanência desse termo no campo do simbólico, bem como o seu valor, contribuem de forma decisiva para atar sentidos e legitimá-los em um mesmo conjunto, o do Discurso das Masculinidades. Isso significa que a memória passou a dispor de um léxico que remete diretamente à realidade que estamos abordando, como se tivesse um dispositivo que fizesse isso explicitamente. Além disso, em seu processo de institucionalização, as masculinidades produzem efeitos, como o surgimento de políticas públicas sobre o assunto

Abstract: Taking into account that since the 1990s, the Discourse of Masculinities has been present in Brazil, that is, a set of practices developed in order to create, colonize and/or disseminate the different positions of masculine, this study aims at analyzing the "historicization and institutionalization" of masculinities in Brazil. For this, we have used the theoretical and methodological studies of the French School of Discourse Analysis, created by Pêcheux and well developed in Brazil. Moreover, we have selected some publications on the studies of masculinities and analyzed their ideological aspects as well as their impact on the construction of the Discourse of Masculinities. We believe that one of the most important contributions of the studies of masculinities is to organize and guide meanings around an idea that include plural masculinities, working as a "master signifier" in the Discourse of Masculinities. The organization of meanings previously mentioned takes places by the "historicization" of the word "masculinities", plural form. Thus, even though there are practices that build, disseminate and/or explore different positions of masculinity, such as the resignification of homosexuality, first undertaken by the gay movement, or the new portrait of the male consumer, developed by advertising companies, the studies of masculinities are the ones responsible for generating and developing the term. The entry and permanence of the term in the field of the symbolic as well as its value, contribute decisively to tie and legitimate meanings in the same set, namely the Discourse of Masculinities. It means that memory now has a term that refers directly to the reality we are talking about, as if there was a device to do that explicitly. Besides, in the process of institutionalization, masculinities produce effects, such as the emergence of public policies on the subject
Subject: Análise do discurso
Masculinidade - Brasil - História
Sujeito (Analise do discurso)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2015
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_FabioAraujo_D.pdf1.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.