Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270382
Type: TESE
Title: A comunidade de São Lazaro : usos sociais da escrita
Author: Bulhões, Ligia Pellon de Lima
Advisor: Alkmim, Tania Maria, 1949-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa propõe-se a refletir sobre as manifestações de escrita no contexto de um grupo social urbano. Ela baseia-se nas práticas de escrita que se desenvolvem na comunidade de São Lázaro, localizada na cidade de Salvador, e que fazem parte da vida cotidiana de seus sujeitos. Estes dados de escrita foram coletados no universo da pesquisa através de trabalho de campo, realizado em um total de setenta e uma (71) visitas feitas à comunidade. Durante este período foram selecionados dezesseis (16) sujeitos para o estudo dentre os moradores contatados, os quais submeteram-se a entrevistas abertas e foram solicitados a entregar textos escritos. Coletaram-se dados de escrita expostos no local e dados sobre a comunidade pertinentes para a sua caracterização, sendo estes últimos obtidos no campo e extraídos de documentos sobre São Lázaro encontrados em órgão oficiais. A fundamentação teórica do trabalho compõe-se de textos que expõem os pontos de vista de seus autores sobre a relação entre a escrita e a oralidade. A partir das discussões propostas por estes textos, constrói-se o pressuposto básico que orienta a investigação: o de que a fala e a escrita formam um conjunto de práticas sociais, não apresentando entre si uma relação dicotômica. A dimensão social da língua adotada por este trabalho define portanto a necessidade de se caracterizar as práticas de escrita, relacionando-as aos propósitos e valores de seus sujeitos no contexto onde ocorrem. Nesta perspectiva, define-se comunidade de forma dinâmica e complexa, levando-se conta as ações das pessoas em seu espaço, e descreve-se o universo da pesquisa contextualizando estas ações comunitárias e a função social dos seus membros. Os sujeitos do estudo são descritos, registrando-se os seus dados pessoais, o local onde vivem, onde trabalham ou estudam, as suas práticas religiosas e de lazer, o que pensam sobre a comunidade, e as suas práticas de leitura e escrita. Além da descrição da comunidade e dos sujeitos, descrevem-se os dados de escrita, sob a perspectiva de quem os produz, ou de quem os lê. A análise e classificação destes textos pressupõem os usos a que eles se submetem, o contexto em que ocorrem, e a possíveis relações entre escrita e oralidade. As reflexões em torno dos dados de escrita oportunizados pela pesquisa corroboram algumas concepções sobre a relação entre a fala e escrita elaboradas durante a investigação, a partir do pressuposto básico, definido anteriormente. Ou seja, com relação à investigação feita, sugere-se que a forma e o significado da língua adequam-se aos seus usos, as atividades de leitura e de produção de textos são práticas interativas, e as práticas de escrita são constituídas pelo oral em várias de suas manifestações

Abstract: This inquiry proposed is a reflection about the manifestations of literacy in the context of an urban social group. It is based on the literacy practices that go around the community of São Lázaro, in Salvador, and that are part of the subjects¿ everyday life. These data were collected at the place of inquiry during the fieldwork, which totalized seventy-one visits to the community. In this period sixteen subjects were chosen among the local residents contacted by the researcher. These people answered open interviews and they were supposed to hand over written texts. The study also collected literacy data exposed in the place and the data about the community to be used in its characterization. These last ones were found at the field and in existing documents about São Lázaro filed in official agencies. The theoretical support of the inquiry implies texts that expose their authors' points of views about the relations between literacy and orality. From the discussions proposed by these texts, one constructs the basic purpose of the investigation: that speech and literacy construct a set of social actions and they don't represent a dichotomy relation. The social dimension of the language adopted by this study defines therefore the necessity of characterizing the actions of literacy, relating them to their subjects' purposes and values in the context of their occurrences. In this way, we define community in a dynamic and complex manner, concerning people's actions in its space; and we describe the universe of the study contextualizing these community actions and the social functions of its members. The subjects are described by registering their personal data, the places where they live, where they work and study, their religious practices and leisure time, and their activities of reading and writing. In addition, we described the data of literacy, considering who constructs the texts and who reads them. The analysis and classification of these texts presuppose their uses, their context of occurrence and the possible relations between literacy and orality. The reflections about the data of literacy raised by the inquiry confirm some conceptions about the relations between speech and literacy elaborated during the investigation, based on the pretext defined before. Or better, considering the present study, we suggest that the form and the meaning of the language are adapted to their uses, the activities of reading and constructing texts are interactive actions, the activities of literacy are orally constituted in several manifestations
Subject: Comunidade
Escrita
Comunicação de massa
Linguagem e cultura
Difusão cultural
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Bulhoes_LigiaPellondeLima_D.pdf8.61 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.