Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270260
Type: TESE
Title: Ines de Castro ou a morta luminosa
Author: Cardoso, Patricia da Silva
Advisor: Osakabe, Haquira, 1939-2008
Abstract: Resumo: Este trabalho faz uma leitura do episódio histórico protagonizado por Inês de Castro, D. Monso IV, rei de Portugal, e seu filho, D. Pedro. A partir de oito versões literárias sobre esse episódio, é analisada e discutida a permanência do tema inesiano no imaginário português, sendo o problema da irreversibilidade das a ções humanas o fio condutor da leitura. A escolha desse fio condutor deve-se ao cruzamento do interesse individual com o interesse coletivo, a força que está por trás da more de Inês de Castro. Quando morre a amante do então infante D. Pedro, ele se vê obrigado a reagir. Mais do que vingança, sua reação revela-se uma tentativa de reverter o assassinato de Inês. Dessa reação, focalizada das mais diferentes maneiras pelas versões literárias, resultará uma imagem de soberano diferente. As diferenças na compreensão do sentido da reação de Pedro apresentadas pelas versões literárias são importantes para que se pensem algumas questões relativas à identidade cultural portuguesa, em cuja constituição a figura do bom govemante tem papel de destaque, uma vez que ela se estrutura em tomo da disposição daquele que ocupar o cargo para a defesa da autonomia nacional. Para tanto, um peso considerável é dado à necessidade de ação. Adotando a perspectiva da irreversibilidade, é possível perceber o amplo alcance do tema, que extrapola o âmbito do amor infeliz, em que costuma ser enquadrado quando se procura o motivo para seu sucesso entre o público

Abstract: This work offers a reading of the historical episode involving Inês de Castro, D. Afonso IV, Portugal's king, and his son, D. Pedro. Taking into account eight literary versions for this episode, I analyse and discuss the permanence of Inês de Castro as a ticcional theme in portuguese literature. The problem of the irreversibility of human actions links all eight versions. The reason why such link was chosen is related to the crossing of individual and collective interests, the force that determined Inês de Castro' s death. When she dies, Pedra, her lover, is forced to react. This reaction must be understood as an attempt to revert Inês's murder, more than a revenge. Each literary version focuses on a different aspect of Pedro's reaction; the result is a multiplicity ofimages ofPedro as a king. AlI these different appraaches reveal a new interest in an episode which popularity is always associated with the unhappy ending of this love history. In fact, there is an identity interest promoting the success. Since portuguese people are very concerned about their self-governrnent it is of great importance to them that their leaders know how to act to assure the independency. In such a context Pedra is taken as a kind of a parameter
Subject: Castro, Ines de, 1320?-1355 - Crítica e interpretação
Literatura portuguesa - História e crítica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Cardoso_PatriciadaSilva_D.pdf11.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.