Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270255
Type: TESE
Title: Lingua Barroca : sintaxe e historia do portugues nos 1600
Author: Sousa, Maria Clara Paixão de
Advisor: Galves, Charlotte, 1950-
Galves, Charlotte Marie Chambelland, 1950-
Abstract: Resumo: A tese investiga a relação entre Sintaxe e História no português escrito entre os séculos 17 e 18. Abordo a singularidade da sintaxe dos textos portugueses "clássicos" em relação à dos textos arcaicos e modernos - notadamente quanto à colocação de pronomes clíticos- corno resultante da interrelação de suas propriedades gramaticais com o contexto histórico da sua escrita. O assim chamado "Português Clássico" não é entendido aqui como urna fase gramatical (no sentido gerativista), e sim como a fase final de uma gramática a que chamo de Português Médio, e que subjaz aos textos medievais tardios, aos textos renascentistas, e aos textos barrocos. Os padrões de freqüência das construções nesses textos representam as propriedades da gramática tais como instanciadas na escrita de cada período; sua evolução refletirá mudanças na gramática bem como transformações no contexto histórico da escrita. A cultura escrita em Portugal até a virada do século 17 deve ser compreendida como parte da esfera de influência Peninsular, na qual a escrita idealizada valoriza padrões neutros, e aplaina características marcadas como regionais. À perspectiva desse contexto histórico, e considerando o padrão de colocação de clíticos em relação a outras características sintáticas, defendo que a generalização da próc1ise nos textos seiscentistas portugueses não é sinal de urna mudança gramatical, e sim urna propriedade da idealização da língua na escrita - particularmente, na escrita Barroca

Abstract: The dissertation focuses the relation between Sintax and History in 1th to 18th century Portuguese writing. The singular syn~aetic properties of those texts as eompared to Arehaie and Modern Portuguese texts -remarkably, as regards ditie placement - are interpreted as resulting from the interweaving of gramatical features and the historical eontext of their writing. I shall eonsider "Classical Portuguese" not as a grammatical phase (in the generative sense of the term), but rather as the final stageof a grammar I will call "Middle Portuguese", whieh underelies late Medieval texts, Renaissance texts, and Barroque texts. The frequency patterns of construetions in those texts represent grammatieal features as instantiated in the writing of eaeh period; their evolution is revealing of grammatical changes and of transformations in the Historical eontext of writing. Portuguese writing until the turn of the 1th century is to be understood as part of a broad, Peninsular sphere of influence, within whieh writing styles that are neutral and subdue regionally marked features are valued. With this historical perspective, and comparing ditie plaeement with other syntaetie features, I will mantain that the generalized proclitie pattern of Portuguese texts in the 160Q is not a sign of grammatical change, but rhater the property of an idealized written language - specially 50, in Baroque writing
Subject: Mudanças linguísticas
Gramática gerativa
Língua portuguesa - Sintaxe
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2004
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sousa_MariaClaraPaixaode_D.pdf12.99 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.