Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270245
Type: TESE
Title: Narrativa sobre narrativas : uma interpretação sobre o romance e a modernidade (com uma leitura da obra de Antonio Lobo Antunes)
Title Alternative: Narrative about narratives : an interpretation of the novel and modernity (with a reading of Antonio Lobo Antunes'work
Author: Telles, Luis Fernando Prado
Advisor: Durão, Fábio Akcelrud, 1969-
Abstract: Resumo: Esta tese consiste numa interpretação sobre o discurso teórico e o ficcional. Num primeiro momento, são trabalhados os discursos constitutivos das teorias sobre a modernidade e sobre o romance; num segundo, aborda-se o discurso ficcional da obra do autor português António Lobo Antunes. O ponto em comum que orienta a interpretação nas diferentes frentes diz respeito ao interesse em investigar o estatuto da narrativa no âmbito desses discursos. Pretende-se demonstrar um fenômeno coincidente nos três campos de investigação, que diz respeito ao fato de a narrativa ser colocada em xeque, isto é, de o seu estatuto e a sua validade serem questionados e, concomitantemente, esse mesmo questionamento apontar para um retorno de sua validade e, conseqüentemente, para uma sua permanência. Isto é o que se procurou demonstrar pelo trabalho de interpretação de alguns discursos teóricos que buscaram pensar a passagem da modernidade à pósmodernidade, bem como daqueles que procuraram se constituir enquanto teorias do romance. O questionamento a respeito da possibilidade da morte da narrativa acabou demonstrando, paradoxalmente, um retorno ao narrativo; principalmente pelo fato de os próprios discursos que afirmaram isso acabarem se revelando, eles próprios, como construtos narrativos. Essa investigação de cunho teórico se mostra organizada na primeira parte do trabalho, intitulada A modernidade e a narrativa sobre o romance. Esta parte é composta por dois capítulos. No primeiro, procura-se construir um quadro compreensivo das principais questões pertinentes ao debate sobre a modernidade, o fim da modernidade e a pós-modernidade; em especial, dá-se relevância ao trabalho com as teorias de Gianni Vattimo e de Fredric Jameson. Este capítulo inicial intitula-se Mais uma pequena narrativa sobre o fim das grandes narrativas. O segundo capítulo, intitulado Romance: ou sobre como narrar um "mundo abandonado por deus", configura-se como um desdobramento das discussões apresentadas no primeiro e constitui-se de uma interpretação que se faz a partir da articulação da leitura de alguns dos principais estudos pertinentes à teoria do romance. Esta interpretação deve ser entendida como resultado de um construto narrativo também, tal como o que foi realizado no primeiro capítulo. A segunda parte da tese, intitulada A modernidade e a narrativa do romance, é composta pelo terceiro capítulo, em que se pretende construir uma interpretação sobre as variações formais das narrativas de António Lobo Antunes. Por esta, procura-se demonstrar como o já referido fenômeno paradoxal da negação e afirmação da narrativa ocorre no âmbito do discurso ficcional das obras do autor português, de modos distintos e em diferentes níveis. Nas duas últimas seções desse terceiro capítulo, busca-se uma articulação entre essa interpretação da obra de Lobo Antunes e aquelas realizadas nos dois capítulos anteriores. Não há um capítulo conclusivo

Abstract: This thesis consists of an interpretation about theoretical and fictional speech. In a first part, they are worked out as through several theories of the modernity and novel; after this, the work of the Portuguese author António Lobo Antunes is approached. The common point that guides the interpretation in such different fronts concerns the interest in investigating the statute of narrative in the realm of those discourses. It intends to demonstrate a coincident phenomenon in the three investigation fields, that concerns the capacity of the narrative to keep in check, that is, its statute and its validity they be questioned and, concomitantly, this questionment points for a return of its validity and, consequently, for its permanence. That was she tried to demonstrate for the work of interpretation of some theoretic speeches that looked for think about the passage of modernity to post-modernity, as well as those that sought to constitute as novel theories. The questionment regarding the possibility of the death of the narrative ended up demonstrating, paradoxically, a return to the narrative; mainly for the fact of the speeches that affirmed that ended up revealing theyself, as narrative constructs. This investigation of theoretic stamp is shown organized in the first part of the work, entitled The modernity and the narrative about the novel. This part is composed by two chapters. In the first, it tries to build an understanding picture of the main pertinent subjects to discussion about the modernity, the end of modernity and the post-modernity; specially, it feels relevance to the work with Gianni Vattimo's and Fredric Jameson's theories. This initial chapter is entitled One more little narrative about the end of the great narratives. The second chapter, entitled Novel: or about how to narrate an "abandoned world by god", it is configured as an unfolding of the discussions presented in the first and constituts of an interpretation that is done starting from the articulation of the reading of some of the main pertinent studies to the theory of the novel. This interpretation should be understood as a result of a narrative construct also, as what it was accomplished in the first chapter. The second part of theory, entitled The modernity and the narrative of the novel, is composed by the third chapter, which intends to build an interpretation about the formal variations of António Lobo Antunes' narratives. By this, it tries to demonstrate as the already referred paradoxical phenomenon of the denial and statement of the narrative happens in the extent of the fictional speech of the Portuguese author's works, of different ways and in different levels. In the last two sections of that third chapter, an articulation is looked between that interpretation of Lobo Antunes' work and those accomplished in the two previous chapters. There is no conclusive chapter
Subject: Antunes, Antonio Lobo, 1942- - Crítica e interpretação
Ficção portuguesa - História e crítica
Pós-modernidade
Literatura - História e crítica - Teoria, etc.
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Telles_LuisFernandoPrado_D.pdf2.69 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.