Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270221
Type: TESE
Title: Arte em tempos de "chirinola" : a proposta de renovação teatral de Coelho Netto (1897-1898)
Title Alternative: Art in times of "entrapment" : Coelho Netto's proposal of theater renewal
Author: Carvalho, Danielle Crepaldi, 1982-
Advisor: Levin, Orna Messer, 1960-
Abstract: Resumo: Neste trabalho, analiso a produção teatral com que o literato Henrique Maximiniano Coelho Netto (1864-1934) - autor importante na virada do século XIX para o XX - inaugurou sua intervenção nos palcos cariocas, em especial o "poema dramático" Pelo Amor! (1897), o "episódio lírico" Ártemis e a "balada em prosa rítmica" Hóstia (1898). Através de tais obras, o literato almejava combater a crise que, segundo seu julgamento, o teatro enfrentava. Sua crítica era dirigida tanto às peças teatrais representadas nas casas de espetáculos comerciais do Rio de Janeiro quanto aos artistas que nelas atuavam. O repertório das companhias que estavam em cartaz na capital era composto, em sua maioria, pelos melodramas lacrimosos e especialmente pelas comédias musicadas - estas recebiam a contribuição dos gêneros musicais populares (a exemplo do lundu e do maxixe). As comédias musicadas exploravam as situações cômicas, algumas vezes fantasiosas, por meio de diálogos construídos, muitas vezes, sobre o duplo sentido das palavras. Além da ausência de qualidades artísticas, Netto considerava essas comédias musicadas licenciosas, já que invariavelmente assumiam uma conotação sexual, devido aos ditos ambíguos que utilizavam e às danças sensuais. Sendo assim, o literato propunha-se a conduzir uma regeneração nos palcos, apoiando-se, para isso, na tradição literária ocidental, da qual retirou os assuntos para a escrita desses dramas. E por acreditar que o elenco profissional não tinha condições intelectuais para levar à cena peças literárias, estimulou que fossem encenadas por um elenco amador composto pela elite econômica do Rio de Janeiro. Pelo Amor! trata da desolação de uma condessa escocesa frente à perda do esposo e o amor que nutre por ele, o qual engendrará o desfecho trágico de ambos. A atmosfera lúgubre que perdura no drama se reflete na música criada por Leopoldo Miguez, que, tendo sofrido visível influência do músico alemão Richard Wagner, criou temas musicais para as personagens principais e esboçou uma interação entre elas no plano musical. A iniciativa conquistou adeptos mas também recebeu críticas. O mesmo deu-se, no ano seguinte, quando da encenação de Ártemis (música de Alberto Nepomuceno) e Hóstia (música de Delgado de Carvalho), no ano seguinte. Na verdade, muitas foram as críticas, ora às peças, ora à relação entre o texto e a música, reação que, em grande medida, tangia o aspecto político. Ora, a imposição de um novo modelo artístico intentava gerar a reordenação do cenário artístico carioca e a exclusão de obras consagradas pelo público e também parte da crítica, como as óperas italianas, as comédias musicadas e os melodramas. Proponho-me, na presente dissertação, a analisar as três peças de Coelho Netto à luz da produção teatral e crítica da época e sobre a época, e daquilo que os literatos do Rio de Janeiro publicaram a respeito da movimentação cultural da cidade. Ocasionalmente, tal trabalho também irá se estender à partitura das obras, para que a relação entre texto e música seja melhor compreendida.

Abstract: In this work, I analyze the theater plays with which Henrique Maximiniano Coelho Netto (1864- 1934) - important Brazilian writer in the turn of the nineteenth century to the twentieth - started his interference in the stage of Rio de Janeiro, specially the "dramatic poem" Pelo Amor! (1897), the "lyric episode" Ártemis and the "ballad in rhythmic prose" Hóstia (1898). Through these plays, the writer claimed to defeat the crisis he believed the theatre was facing. His criticism aimed the plays presented in the commercial theaters of Rio de Janeiro and the actors and actresses that played them. Thecompanies' repertoire was restricted to almost only teary melodramas and specially musical comedies - the comedies had the contribution of popular music (for example, lundu and maxixe) and presented usually funny and sometimes fantastic situations, with dialogues that eventually leaned upon double senses. Beyond the lack of artistic qualities, Netto considered the musical comedies vicious, because of the sexual insinuation they implied through dialogues and music. Therefore, the writer intended to conduct a regeneration of the stage, using for that the occidental literary tradition, from where the subjects of these plays were chosen. And because he believed the professional artists lacked intellectual conditions to present literary plays, he gave his work to be put on stage by amateur groups that had the economic elite as members. Pelo Amor! presents the desolation of a Scottish countess because of the loss of her husband and the love that she devotes to his, which is responsible for the tragic ending of both. The grim atmosphere that remains in the drama reflects in the music created by Leopoldo Miguez, that had suffered visible influence of the German musician Richard Wagner, for Miguez creates musical themes for the leading characters and paints an interaction between them in the musical field. But the idea didn't have only adepts. The same happened with Ártemis (music by Alberto Nepomuceno) and Hóstia (music by Delgado de Carvalho), in the following year. In fact, many were the detractors of the texts and music of these plays, reaction that is largely related to political aspects, once the imposition of a new artistic model intended to cause the reorganization of Rio's artistic scenery and the exclusion of work of arts that were successful among the public and also part of the critic, like the Italian opera, the musical comedies and the melodramas. I intend to analyze these plays taking in consideration the theatrical and critical production of that time and of nowadays and what Rio's writers published related to the cultural activities of the capital. This work will also occasionally refer to the printed lyrics of the plays in order to understand the relation between text and music.
Subject: Coelho Netto, 1864-1934 - Crítica e interpretação
Teatro brasileiro - História e crítica
Opera - Séc. XIX
Teatro musical
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Carvalho_DanielleCrepaldi_M.pdf8.11 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.