Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/270092
Type: TESE
Title: Um escritor em déficit : cinismo, linguagem e afeto em João Gilberto Noll
Title Alternative: A writer in deficit : cynicism, language and affection in João Gilberto Noll's literature
Author: Costa, Rafael Martins da, 1987-
Advisor: Boaventura, Maria Eugenia, 1947-
Boaventura, Maria Eugênia da Gama Alves
Abstract: Resumo: Este trabalho tem por objetivo propor uma leitura do livro Berkeley em Bellagio, de João Gilberto Noll, publicado em 2002. Para tanto, acompanha a trajetória do protagonista que, ao contrário do que ocorre em outros textos do autor, é um ser nomeado, portador de uma feição social e, além disso, um escritor prestigiado internacionalmente. A análise parte, então, para as figurações desse escritor em contato com importantes instituições financiadoras norte-americanas as quais o convidam para temporadas nos EUA e na Itália. Mais do que simplesmente representar o escritor em seu meio de atuação, a obra se estrutura a partir de uma dicção irônica e caricatural que termina por inviabilizar qualquer interpretação unívoca dessa relação entre o escritor e os demais atores do meio literário. Daí também a dificuldade de se tratar a questão da autobiografia na narrativa: embora o percurso do personagem se assemelhe às viagens empreendidas por João Gilberto Noll, e não obstante à homonímia, torna-se, pelo modo como tudo é contado, totalmente problemático entender o livro como uma confissão autobiográfica do autor. É por isso que se procura, aqui, identificar o cinismo que permeia a atuação desse homem e que condiciona o discurso narrativo. A seu momento, será dito que o narrador não quer se comprometer com uma ou outra verdade. Mas, se, por um lado, a nomeação do personagem e a atribuição de uma profissão a ele indicam que as questões políticas e contextuais são tratadas, na obra, de forma explícita, por outro, não se oculta aquilo em que o autor parece ser melhor: a evidenciação dos abismos do Ser, o déficit em relação à linguagem, o idealismo em torno de uma comunicação redentora, sem a intervenção dos condicionantes sociais. Dessa maneira, este texto pretende mostrar que, em seu desfecho, o livro aposta em relações afetivas mais pacificadas, menos furiosas se comparadas às dos outros romances de Noll. Desde já, recusa-se a ideia de que essa aposta corresponda a um triunfo do herói ou a uma resposta assertiva aos questionamentos existenciais dispersados durante a narrativa. Ao contrário, o livro acaba por sinalizar que "tudo o que vinga na vida vem em duplo". Talvez esse seja um posicionamento crítico ainda desejável quando o cinismo advindo de uma vontade de verdade parece contaminar mesmo os discursos mais bem intencionados

Abstract: This dissertation aims to propose a reading of Berkeley em Bellagio, by João Gilberto, published in 2002. Thus, it follows the path of the protagonist that, on the contrary to what occurs in other texts of the author, is a named character with social face and an internationally prestigious writer. The analysis goes towards this writer-protagonist which is in contact with the main American funding institutions that invite him to seasons in the U.S.A. and Italy. The reading intends to show that, beyond the mere representation of the writer in his current acting environment, the book is structured by an ironic and grotesque diction which ends to derail any univocal of the relationship between the writer and the other actors in the literary field. Therefore, there is also the difficulty of leading with the issue of autobiography in the narrative: although the character's route resembles the journeys undertaken by João Gilberto Noll, and despite the homonymy, it is fully problematic to understand the narrative as an author autobiographical confession. Thus, the present work aims to identify the cynicism that permeates the actions of the character and conditions the narrative discourse. The novel's narrator does not want to be committed to one truth or another. On one hand, the nomination of the character and his job assignment indicate that political and contextual issues are explicitly treated in the work. On the other hand, one does not hid what the author seems to be better in: the disclosure of the depths of Being, the deficit in relation to language, or the idealism around a redemptive communication, without the intervention of social conditioning. This dissertation demonstrates that, in its end, the book bets on more pacified relationships, less furious if compared to other novels by Noll. The interpretation rejects the idea that this wager corresponds to the protagonist's triumph or to an assertive response to existential questions scattered during the narrative. Instead, the book signals that "everything that stays in life comes double". Perhaps this is a still desirable critical position in a moment in which the cynicism arose from a desire for truth seems to contaminate even the most well-intentioned speeches
Subject: Noll, João Gilberto, 1946-. Berkeley em Bellagio - Crítica e interpretação
Cinismo
Ironia
Linguagem
Ficção brasileira
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_RafaelMartinsda_M.pdf901.86 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.