Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269985
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Atenienses e fluminenses : a invenção do canone nacional
Title Alternative: Athenians and man of letters of Rio de Janeiro : the invention of national canon
Author: Martins, Ricardo Andre Ferreira
Advisor: Hardmann, Francisco Foot
Abstract: Resumo: Este trabalho tem por objetivo o estudo da formação do cânone dentro do campo literário brasileiro durante o século 19 e sua vinculação política ao projeto de literatura nacional, considerando a literatura como a manifestação mais visível e sintomática de um verdadeiro discurso da nacionalidade entre os primeiros escritores românticos oitocentistas (maranhenses e fluminenses), igualmente no sentido de chegarmos a identificar a própria invenção do cânone literário brasileiro. É nossa intenção apontar as manifestações de nativismo e nacionalidade que perpassou boa parte da literatura do oitocentos, analisando como se porta o campo literário como epifenômeno do campo do poder. Embora tais manifestações ocorram mais em determinados tipos de intelectuais e literatos, pois os grupos citados apresentam traços distintos, ao longo de toda a produção literária brasileira do século 19 podemos contemplar o fio que vai dos primeiros escritos gerados pelos respectivos "grupos" em questão até o fim do oitocentos, quando se encerra, por assim dizer, o período ateniense da literatura maranhense e conclui-se, da mesma maneira, o raio de influência do nacionalismo do grupo fluminense. O presente texto visa, portanto, produzir uma nova descrição do processo de construção da nacionalidade e da civilização, bem como da "construção da ordem", em seus diversos níveis e aspectos sócio-históricos, utilizando o estudo do cânone e de sua gênese como instrumento para detectar a historicidade da formação de nossa história literária, seus processos de seleção e exclusão e suas motivações de ordem ideológica e estrutura discursiva. Deste modo, adotamos também, em paralelo ao estudo das fontes documentais e literárias, o procedimento de uma análise das práticas sociais e artísticas do campo literário durante o oitocentos, tomando por base a visão que o campo literário e o campo do poder (político e econômico) tinham da nacionalidade recém-inventada e como reagiram diante das transformações políticas e sociais que agitaram a vida brasileira do período, cujos reflexos podem ser sintomaticamente percebidos através do cânone em formação. Desta forma, pretende-se suscitar uma discussão em torno do que o campo literário pensava do processo de emancipação do país e qual era o seu projeto de nacionalidade através do cânone. Trata-se, pois, de saber como o campo pensou e forjou os seus próprios valores através do tempo, como edificou os seus mitos, como fixou o seu habitus coletivo, como viu e fez o seu passado, como se portou no seio das práticas sociais e culturais na região e resto do país e, sobretudo, como desenvolveu e formou seu ideal de nação, de cultura e, particularmente, de literatura.

Abstract: This work intends to investigate the formation of the Brazilian literature canon in the 19 century and intends to comprehend how this process is politically entailed to a nationality project. Assured that the literature is the most visible and symptomatic manifestation of nationality speeches among the first romantic's writers (grouped in "maranhenses" and "fluminenses"), this study identify the invention of the brazilian's literary canon itself. Our purpose is identify the manifestations of nativism and nationality that passed trought great part of our 19 century's literature, analyzing the behavior of this literary field as an epiphenomenon of the field of power. Otherwise, these political manifestations may happen differently in each group of intellectuals and writers: following the whole 19 century we can see the developing and decadence of the both groups, while the athenian's period is interrupted in the middle of the 19 century, the fluminense's period will try an overliving among the 19 and 20 centuries. This text wants to produce a new description of the building process of the Brazilian civilization, as well as seeks the "construction of the order" in its various levels and social-historical aspects, taking the investigation of the canon, and it's genesis, as an instrument to detect the historicity of the conformation of our literary history, observing its processes of selection and exclusion, the ideological motivations and the structures of its speeches. In this way, we also study, simultaneously with the literary and historical sources research, the analysis of the social's and artistic's practices that belongs to the 19 century's literary field. We consider that the literary field and the field of power (political and economical) they had the conception of recently created nationality. At the same time, we comprehend the way that this both groups reacted before the social and political transformations that mobilized the Brazilian life in this period: this transformations can be symptomatically conceived when we observe the formation of the canon. In this way, we intend to stimulate a discussion about the meanings of Brazilian's process of emancipation, and about its own project of nationality expressed beyond the canon. The objective is understanding the way that the literary field understood and merged its own values beyond the time, the way that its created its proper myths, how it marked its own collective habitus, how this field watched and constructed its own past, how it carried itself in the middle of the social's and cultural's practices in the north of Brazil (and among all the country). Otherwise, we due to understand how the literary canon constructed its own idea of nation, its own idea of culture, and particularly, of literature.
Subject: Romantismo
Historiografia
Literatura brasileira
Maranhão - História
Rio de Janeiro (Estado) - História
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Martins_RicardoAndreFerreira_D.pdf5.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.