Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269980
Type: TESE
Title: História, política e alegoria na prosa ficcional de Dyonelio Machado
Title Alternative: History, politics and allegory in fictional prose of Dyonelio Machado
Author: Santos, Fernando Simplício dos, 1979-
Advisor: Hardman, Francisco Foot, 1952-
Abstract: Resumo: O presente trabalho tem por objetivo analisar a maneira pela qual é desenvolvida a relação entre história, política e alegoria na tetralogia romanesca composta por O louco do Cati (1942), Desolação (1944), Passos perdidos (1946) e Nuanças (1981) e, principalmente, na trilogia constituída por Deuses econômicos (1966), Sol subterrâneo (1981) e Prodígios (1980), de Dyonelio Machado (1895-1985). Para a consecução de nossas hipóteses, por meio de uma apreciação que igualmente se vale da alegoria como método analítico, em primeiro lugar, o propósito é avaliar como os romances O louco do Cati, Desolação, Passos perdidos e Nuanças representam uma crítica sutil ou implícita, especialmente, contra a Era Vargas e contra o sistema econômico capitalista; e como essa característica tende a se tornar paulatinamente mais explícita, sobretudo na última narrativa. Em segundo lugar, nossa apreciação está dirigida ao estudo de Deuses econômicos, Sol subterrâneo e Prodígios, a fim de verificar de que modo esses romances ampliam e reforçam o questionamento à violência tirânica e ditatorial, acentuando as origens de suas mais remotas contradições sociais, políticas, econômicas e religiosas. Nesse sentido, num primeiro nível de interpretação dessa trilogia, constatamos uma indagação direta ao despotismo do imperador Nero; e, a partir de outro patamar significativo, averiguamos, em profundidade, que existe ao mesmo tempo um tácito julgamento que não está somente direcionado à Era Vargas, mas também endereçado à ditadura militar e ao imperialismo moderno. Além dessas questões, sublinhamos uma crítica (sempre subjacente aos romances) a respeito de certas questões político-religiosas que vigoravam no Rio Grande do Sul da época em que essas três composições foram publicadas, em especial ressignificando impasses, atinentes aos membros do Integralismo e representantes da Aliança Nacional Libertadora (ANL), bem como entre comunistas e capitalistas, em meio a outras especificidades. Nessas três obras, a alegoria interligada à metodologia apreciativa permite identificar a presença de um texto e de subtextos, à medida que detectamos um diálogo de cunho intertextual. Portanto, trata-se de reconhecer a existência, nas narrativas do autor, de uma passagem entre duas formas distintas de crítica. A primeira poderia ser considerada como "menos complexo"; e a segunda, como "muita mais expressiva". Sobretudo com o exame comparativo entre os romances O louco do Cati, Desolação, Passos perdidos e Nuanças e os livros Deuses econômicos, Sol subterrâneo e Prodígios, ainda procuramos sistematizar uma literatura dyoneliana, não apenas do cárcere, como também de suas "trágicas consequências". Assim, acreditamos que é possível assinalar como está organizada e rearticulada parte da poética de Dyonelio Machado através dos tempos, de modo que seja possível esquematizar, da mesma maneira, o percurso e as transformações pelas quais passaram certas fases de seu pensamento estético e artístico

Abstract: This work seeks to analyze the way the relation between history, politics and allegory is developed in the novel tetralogy made up of O louco do Cati [The Madman from Cati] (1942), Desolação [Desolation] (1944), Passos perdidos [The Lost Steps] (1946), and Nuanças [Nuances](1981); and mainly in the trilogy composed of Deuses econômicos [Economical Gods] (1966), Sol subterrâneo [Underground Sun] (1981) and Prodígios[Prodigies] (1980), by Dyonelio Machado (1895-1985). To test our hypotheses, we carried out an examination which also makes use of allegory as an analytical method. First, our purpose is to investigate how the novels O louco do Cati, Desolação, Passos perdidos and Nuanças represent a subtle or implicit criticism whose main targets are the Vargas Era and the capitalist economic system; and how such feature tends to gradually become more and more explicit, mainly in the last narrative. Second, our examination is focused on the study of Deuses econômicos, Sol subterrâneo and Prodígios, so as to check on how these novels expand and reinforce the questioning of dictatorial and tyrannical violence, and to point out its most remote social, political, economic and religious contradictions. In doing that, at the first level of interpretation of this trilogy, we see a direct inquiry into the despotism of Emperor Nero; and at another level, we notice a deeper lay of meaning, in which there is also a tacit judgment that is passed not only on the Vargas Era, but also on the military dictatorship and on modern imperialism. Besides those issues, we highlight a criticism - always underlying the novels - of some political-religious issues in Rio Grande do Sul which were current in that time when the three works were published. It especially imparts new meanings to stalemates between the members of the integralist movement and representatives of the National Liberation Alliance (ANL), as well as between communists and capitalists, among other things. In those three works, the allegory coupled with the appreciative inquiry method allows for identifying a text and subtexts, as we perceive a dialogue of intertextual nature. Therefore, studying the narratives of the author implies in recognizing the existence in them of a passage between two distinct forms of criticism. The first one may be considered as "less complex" while the second one can be seen as "much more expressive". We also seek to systematize the literature by Dyonelio Machado, not only the prison literature but also the literature on its "tragic consequences". That is done mainly through the comparative study between the tetralogy made up of the novels O louco do Cati, Desolação, Passos perdidos and Nuanças and the trilogy composed of Deuses econômicos, Sol subterrâneo and Prodígios. Thus, we believe it is possible to trace how part of Dyonelio Machado's poetics is organized and rearticulated throughout time, in a way that makes it also possible to outline the path and changes through which some phases of his aesthetic and artistic thinking passed
Subject: Machado, Dyonelio, 1895-1985
Literatura brasileira
Alegoria
Autoritarismo na literatura
Ficção brasileira - História e crítica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Santos_FernandoSimpliciodos_D.pdf3.4 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.