Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269965
Type: TESE
Title: Desenhos da memória : autobiografia e trauma nas histórias em quadrinhos
Title Alternative: Drawings of memory : autobiography and trauma in comics
Author: Curi, Fabiano Andrade, 1971-
Advisor: Durão, Fábio Akcelrud, 1969-
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como finalidade observar as possibilidades de representação autobiográfica nas narrativas das histórias em quadrinhos, mais especificamente de lembranças traumáticas. Nos últimos anos, foram vários os novos títulos tendo como tema as experiências de vida de seus autores que se utilizaram de diversas estruturas e técnicas para refletirem sobre as lembranças de episódios que vivenciaram. A proliferação dessas obras levanta a questão sobre a criação de espaços autobiográficos nas histórias em quadrinhos. Espaços autobiográficos que alimentam a discussão entre os limites do real e do ficcional, do concreto e do abstrato e da relação entre autor e leitor. Diferentemente do texto literário ou da imagem fílmica, muito comuns nos relatos de si, as narrativas em quadrinhos trabalham com o equilíbrio entre texto e ilustrações compondo uma forma singular para lidar com essas histórias, ainda que tenham limitações semelhantes às outras, pois estas são características da memória e não da narrativa. Para levantar as virtudes e problemas dessas histórias, há na pesquisa uma leitura mais aprofundada das obras Cicatrizes, de David Small, Retalhos, de Craig Thompson, e Fun Home, de Alison Bechdel, que auxilia no entendimento da argumentação teórica sobre memória, autobiografia e trauma nas histórias em quadrinhos.

Abstract: This work aims to observe the possibilities of representation in autobiographical narratives of comics, specially the traumatic memories. In recent years, a great number of new titles having as theme the life experiences of the authors who used various structures and techniques to reflect on the memories of episodes they experienced. The proliferation of these works raises the question about creating autobiographical spaces in comics. Autobiographical spaces that nurture the discussion about the boundaries of the real and the fictional, the concrete and the abstract, and the relationship between author and reader. Unlike the literary text or film image, very common in other reports of the self, narratives comic work with the balance between text and illustrations composing a unique way to deal with these stories, even if they have similar limitations like the others, because these are characteristics memory and not the narrative. To raise the virtues and problems of these stories, there is in this research a close reading of the works Stiches, from David Small, Blankets, from Craig Thompson, and Fun Home, from Alison Bechdel , which helps in understanding the theoretical argument about memory, autobiography and trauma in the comics.
Subject: Histórias em quadrinhos
Autobiografia
Trauma psíquico
Memória
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Curi_FabianoAndrade_D.pdf17.07 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.