Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269947
Type: TESE
Title: Alector, narrativa fabulosa (1560) : tradução da narrativa fabulosa de Barthélemy Aneau e estudo crítico sobre a cidade imaginária de Orbe
Title Alternative: A translation of Barthélemy Aneau's Alector, histoire fabuleuse (1560) and a critical study about the imaginary city of Orbe
Author: Greis, Yvone Soares dos Santos, 1967-
Advisor: Berriel, Carlos Eduardo Ornelas, 1951-
Abstract: Resumo: O objetivo dessa tese é apresentar, em português, a tradução de Alector, histoire fabuleuse, obra de Barthelemy Aneau, publicada em 1560, em Lyon, por Pierre Fradin. A tradução dessa narrativa fabulosa inscreve-se no projeto de tradução de utopias literárias, como uma das linhas de pesquisa coordenada pelo professor Dr. Carlos Eduardo Ornelas Berriel, no Departamento de Teoria Literária do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade de Campinas, e foi co-orientada pela professora Dra Marie-Luce Demonet, do departamento de Letras Modernas, área Renascimento, do Centre d'Études Supérieures de la Renaissance, durante os dois anos de permanência na cidade de Tours, França (março de 2010 a março de 2012) e até o encerramento do doutorado. As evidências decorrentes de uma leitura linear dessa obra podem encobrir uma profusão de elementos que se distribuem em uma espiral de interesses de seu autor que vão do exercício da Retórica e defesa do vernáculo a um exercício da "ironia" pelo uso da palavra onde falta a liberdade para a sua expressão. Uma abordagem que desvie da linearidade parece ser uma das condições para se prosseguir nos desvendamentos de Alector. A hipótese de que personagens reais pudessem estar travestidos em personagens de ficção orientou a escolha metodológica: pesquisa bibliográfica e abordagem de diferentes centros de documentação, como os Arquivos da cidade de Bourges, Lyon, Paris, Vanves, Roma e Cidade do Vaticano. Intentou-se estabelecer vínculos entre a morte trágica de Barthélemy Aneau e as suspeitas de infiltração calvinista no Collège de la Trinité, onde Aneau foi "Principal" e justificar Alector como metáfora ou ironia de seu tempo. Essa tese organiza-se em duas partes: a Parte A cumpre oferecer um estudo crítico da cidade imaginária de Orbe. Essa parte constitui-se de três momentos: as análises de aspectos gerais da obra, principalmente o julgamento de Alector e o diálogo dos anciãos; a dimensão utópica da cidade orbitana; e, finalmente, a sua dimensão religiosa e a Parte B compreende o estudo que preparou a tradução e contém dois capítulos: o primeiro procura caracterizar a obra, discute o sentido da narrativa em seu contexto e apresenta seu autor, além de uma apresentação geral dos resultados das pesquisas realizadas nos arquivos; o segundo intenta refletir sobre o processo tradutório de Alector, visando a justificar a tradução filológica como uma das perspectivas possíveis de tratamento do corpus submetido ao trabalho de análise, a explicitar o referencial teórico, bem como as etapas de organização do trabalho de tradução. A conclusão retoma sucintamente a discussão apresentada nessas duas partes e vem seguida da tradução bilíngue de Alector, narrativa fabulosa. Os Anexos apresentam o repertório de documentos consultados nos Arquivos e bibliotecas na França, Itália e Cidade do Vaticano. As buscas nos Arquivos não revelaram nenhuma evidência que pudesse confirmar a hipótese anunciada, mas apontaram pistas para o prosseguimento da pesquisa: lacunas encontradas nos documentos da Nunciatura da França e documento inédito encontrado na Bibliothèque muncipale de Lyon sobre a morte do médico encarregado da "autópsia" do corpo de Barthélemy Aneau. Depois da tradução oferecida pelo médico inglês John Hammond, em 1590, espera-se que "Alector, narrativa fabulosa" possa contribuir a fomentar o interesse pelas utopias literárias produzidas durante o período do Renascimento

Abstract: This thesis presents the Portuguese translation of Alector, histoire fabuleuse by Barthelemy Aneau, published in Lyon in 1560 by Pierre Fradin. The translation of that fabulous story is part of the translation project of literary utopias and one of its research lines, supervised by Professor Carlos Eduardo Ornelas Berriel of the Department of Literary Theory of the Instituto de Estudos da Linguagem of the University of Campinas (São Paulo, Brazil); it was co-directed by Professor Marie-Luce Demonet of the Department of Modern Languages, Renaissance Studies, of the Centre d'Études Supérieures de la Renaissance during a two-year doctorate exchange program in the city of Tours, France (March 2010-March 2012). A linear reading of Alector could hide a variety of elements that are distributed in a spiral of interests by the author, ranging from the exercise of Rhetoric and the defense of the vernacular to a practice of 'irony' by the use of speech where freedom of expression lacks. Therefore, a non-linear approach seemed to be a prerequisite to progress in the research and in the interpretations of that work. The assumption that real people could hide behind the fictional characters guided our methodological choices: a survey of the literature and visits to several documentation centers, such as the archives of the city of Bourges, Lyon, Paris, Vanves, Rome, and the Vatican. We aimed to find a connection between the tragic death of Barthélemy Aneau and the suspected Calvinist infiltration at the Collège de la Trinité managed by Aneau and we wanted to demonstrate that Alector is a metaphor or irony of its time. Our thesis is made up of two parts: Part A contains a critical study of the imaginary town of Orbe and is made up of three sections: first, the analysis of the general aspects of the work, especially Alector's trial and the dialogue of the elder; second, the utopian dimension of the city of Orbe and third, its religious dimension. Part B contains the study that prepared the translation and features two sections: the first one characterizes the work, discusses the meaning of the narrative in its context, and introduces its author; it also contains the general analysis of the results of the research conducted at the archives. The second chapter reflects on the process of translating Alector and was developed to justify the philological translation as one of the possible ways of treating the analyzed corpus, to explain both the theoretical basis and the organizational stages of the translation. The conclusion briefly resumes the discussion presented in these two parts and is followed by the bilingual translation of Alector, histoire fabuleuse. The appendices list the documents we looked up at the archives and libraries in France, Italy, and the Vatican. Our research at the archives did not produce any proof that would confirm our hypothesis, but revealed leads for future research, such as the gaps found in the documents of the Nunciature in France or an unpublished document found at the Municipal Library of Lyon on the death of the physician in charge of the "autopsy" of Barthelemy Aneau's body. After the translation provided by the English doctor John Hammond in 1590, we hope that 'Alector, histoire fabuleuse' may contribute to raise interest in the literary utopias of the Renaissance
Subject: Utopias
Ficção francesa - Séc. XVI
Diálogo
Aneau, Barthélemy, m. 1561. Alector, histoire fabuleuse - Tradução e interpretação
Literatura francesa - Traduções para o português
Orbe (Cidade imaginária)
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Greis_YvoneSoaresdosSantos_D.pdf41.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.