Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269906
Type: TESE
Title: O lamento de Teseu : leitura da heróide "Theseo a Ariadna" de Manuel Inácio da Silva Alvarenga
Title Alternative: The lament of Theseus : a reading of the heroid "Theseo a Ariadna" by Manuel Inacio da Silva Alvarenga
Author: Morato, Fernando, 1971-
Advisor: Pécora, Alcir, 1954-
Pécora, Antonio Alcir Bernárdez
Abstract: Resumo: O presente trabalho procura através da análise detalhada da heróide "Theseo a Ariadna", publicada por Manuel Inácio da Silva Alvarenga em 1774, redescobrir possibilidades de leitura, na medida do possível, mais próximas do universo do autor. Sendo este o poema menos mencionado e estudado de Silva Alvarenga, a necessidade de reconstruir o tecido de relações intelectuais, de modelos emulados, de referências trabalhadas nele é muito grande. Para tanto, vasculha-se a história do gênero criado por Ovídio no século I a. C e sua trajetória até ser retomado por poetas galantes franceses do século XVIII; percorrem-se os caminhos dos modelos formais adotados por Silva Alvarenga, principalmente a terza rima dantesca; vasculha-se a fortuna do mito, base dos desdobramentos da obra, e das transformações a que foi submetido ao longo das muitas versões que assumiu, mais especificamente em Portugal. Desta maneira, o texto fica um pouco menos distante, desfazendo-se certo véu de anacronismo que poderia ocultar-lhe as qualidades intrínsecas

Abstract: The present work tries, trough a detailed analysis of the heroid "Theseo a Ariadna", published by Manuel Inacio da Silva Alvarenga in 1774, find the possible readings of the author's own time. Being this the less mentioned and studied of Alvarenga's poems, it is important to reconstruct the intellectual relations, the emulated models and the references worked by the author. For this, the work follows the history of the gender, since it's invention by Ovid, in the first Century b. C. till it's revival by the gallant French poets of the Eighteenth Century; it studies also the formal models employed by Silva Alvarenga, namely that of the Dante's terza rima,; and it combs the fortune of the myth and it's transformations, both in Europe and in Portugal. As this work's result, the poem becomes less distant, preventing the anachronistic readings in order to show its intrinsic qualities
Subject: Ovidio. Heroides
Alvarenga, Silva, 1749-1814 - Crítica e interpretação
Poesia brasileira - Séc. XVIII
Versificação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Morato_Fernando_M.pdf1.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.