Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269835
Type: TESE
Title: Koho Yoko Havovo/O Tuiuiu e o Sapo : biletramento, identidade e politica linguistica na formação continuada de professores Terena
Title Alternative: Koho Yoko Havovo/O Tuiuiu e o Sapo : identity, biliteracy and language policy in continued formation of the Terena teachers
Author: Nincao, Onilda Sanches
Advisor: Maher, Terezinha Machado, 1950-
Abstract: Resumo: Esta tese teve como objetivo geral refletir sobre o processo de produção detextos em língua indígena, por parte de professores Terena do município de Miranda, Estado do Mato Grosso do Sul. Motivados pela ausência de textos escritos em sua língua tradicional que pudessem vir a compor materiais didáticos de apoio para o desenvolvimento de atividades de pós-alfabetização em suas escolas, esse grupo de professores se propôs a elaborar, coletivamente, textos em Terena durante oficinas realizadas como parte de sua formação continuada. Tendo escolhido o tema da primeira narrativa a ser produzida, os professores Terena preferiram, surpreendentemente, primeiro escrevê-la em português (¿O Tuiuiú e o Sapo¿) para, depois, traduzi-la para a língua indígena (¿Kóho Yoko Hovôvo¿). Os discursos produzidos durante o processo de elaboração das duas versões da narrativa em questão se constituíram no corpus principal analisado nesta tese. Discursos acerca da produção de uma cartilha de prevenção de DST, escrita em Terena e a utilização do texto ¿Kóho Yoko Hovôvo¿ em um evento de letramento ocorrido durante um acampamento de retomada de terra na aldeia Cachoeirinha constituíram registros secundários de investigação. A análise dos dados foi realizada considerando que (a) toda prática discursiva revela processos de construção identitária (MAHER, 1996, 1998; HALL, 2001), (b) em contextos bilíngües, as línguas não ocupam compartimentos isolados (Maher, 2007a) e há uma conjunção entre as práticas de letramento nas duas línguas em questão (HORNBERGER,1989/2003). Os resultados demonstraram que (a) o biletramento que emergiu nas oficinas de textos focalizadas evidencia um procedimento cultural Terena que encontra justificativa nas construções identitárias desse povo ao longo da história ¿ aprender a língua do outro sempre foi uma de suas estratégias políticas (LADEIRA, 2001); (b) a escrita das duas versões da história do tuiuiú e o sapo compuseram um quadro conflituoso, na medida em que questões de caráter político e sociocultural (escrever primeiro em Português) foram, posteriormente, confrontadas com questões de caráter essencialmente lingüístico (escrever em Terena) e (c) a reflexão crítica (MAGALHÃES, 2007) possibilitou, aos professores Terena, a transformação de suas representações sobre a escrita de textos em sua língua tradicional. Espera-se que as reflexões contidas nesta tese possam subsidiar o planejamento de cursos de formação de professores indígenas em nosso país

Abstract: The present study aims at reflecting upon the process of text production in indigenous language by Terena teachers from Miranda, Mato Grosso do Sul. Motivated by the lack of texts written in their heritage language necessary to produce teaching material to serve as support for the development of literacy practices in their schools, this group of teachers decide to collectively elaborate texts in Terena during workshops conducted during their teaching education courses. Having chosen the theme of the first narrative to be written, the Terena teachers surprisingly opted for writing such narrative first in Portuguese (¿O Tuiuiú e o Sapo¿) e then translating it into Terena. (¿Kóho Yoko Hovôvo¿). Discourses produced during the writing of both versions made up the main research corpus. Secondary data was composed by discourses produced about a school material (written in Terena) which focused HIV prevention and the of ¿Kóho Yoko Hovôvo¿ in a literacy event which occurred in the village of Cachoeirinha and that revolved around the Terena efforts over a land dispute issue. Data analysis was oriented by the fact that (a) every discoursive practice reveals identity construction practices (MAHER, 1996, 1998; HALL, 2001); (b) in bilingual contexts, languages are not kept completely apart by language users (MAHER, 2007a) and literacy practices in both languages are often in interaction (HORNBERGER,1989/2003). The results of the study demonstrated that (a) the bileteracy practices which emerged in the workshops are evidence of a Terena cultural procedure which is justified by the identity construction processes of this indigenous people along History ¿ learning the Other language has always been one of their political strategies (LADEIRA, 2001); (b) the writing of both versions of the story of the heron (tuiuiú) and the frog (sapo) revealed itself to be a quite conflicting process, in the sense that political and sociocultural issues (first writing it in Portuguese) had to be confronted with essentially linguistic issues (writing it in Terena) and (c) critical reflection (MAGALHÃES, 2007) made it possible for the Terena teachers to reevaluate their representations about the writing of texts in their traditional language. It is expected that the results of the research here presented will contribute to the planning of teacher education courses in Brasil
Subject: Identidade
Biletramento
Bilinguismo
Pofessor indigena
Lingua terena
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nincao_OnildaSanches_D.pdf1.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.