Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269834
Type: TESE
Title: Casais interetnicos - Filhos bilingues? : representações como indicios de politicas de (não) transmissão da lingua minoritaria da familia
Title Alternative: Intercultural couples - bilingual offsprings? : representations as evidences of family policies for the (non) transmission of the minority language
Author: Coelho, Veronica Maria de Gouveia
Advisor: Maher, Terezinha Machado, 1950-
Abstract: Resumo: A pesquisa retratada nesta dissertação investigou as representações, aqui entendidas como construções discursivas, de sujeitos bilíngues em contexto de casamento interétnico, de forma a descrever e discutir os modos como essas representações afetam a disposição da família para a transmissão da Língua Materna do Cônjuge Imigrante (LMCI). A pesquisa, de natureza qualitativa-interpretativista, elegeu como focos privilegiados de investigação as representações dos participantes acerca do bilingüismo familiar, de suas próprias identidades linguístico-culturais e das de seus cônjuges. O suporte teórico do trabalho adveio, principalmente, de autores do campo da Lingüística Aplicada em interface com as áreas da Linguística, Sociolinguística, Políticas Lingüísticas e Estudos Culturais. O corpus analisado foi composto por registros gerados a partir de entrevistas semiestruturados nas quais se buscou delinear as histórias de vida dos sujeitos da pesquisa. Foram entrevistados 07 progenitores bilíngues residentes no Brasil (03 brasileiros e 04 estrangeiros) que, à época da geração dos registros, eram ou haviam sido casados com falantes de outras línguas que não as suas próprias línguas maternas. A análise dos dados revelou que, dentre outros, fatores como a) as atitudes (dos próprios cônjuges, de seus filhos, de parentes, de amigos, etc.) em relação às línguas e culturas em jogo na família; b) o grau de prestígio das línguas envolvidas; c) o grau de experiência prévia dos pais com ambientes plurilingues e multiculturais; d) o contexto sócio-histórico em que ocorreu a imigração e e) as relações de poder entre os cônjuges contribuíram para a transmissão, ou não, da LMCI aos filhos nas famílias em questão. É preciso ressaltar, no entanto, que nenhum dos fatores pode ser, isoladamente, considerado determinante das políticas linguísticas adotadas nessas famílias, uma vez que tais políticas só podem ser explicadas pela inter-relação entre diferentes fatores. A expectativa é que os resultados dessa pesquisa possam servir de subsídio para se pensar políticas familiares de incentivo à transmissão da língua de progenitores imigrantes, minoritária na família, a seus descendentes

Abstract: The study described in this dissertation has investigated the representations, here understood as discursive constructions, of bilingual parents of intercultural marriages to describe and understand the ways in which these couples' representations shape their disposition to transmit their Immigrant Spouse's Mother Tongue (ISMT) within the family setting. It is a qualitative study which conducts an interpretative analysis of the participants' representation of family bilingualism, their own cultural and linguistic identities and that of their spouse's. The theory which supports this study was generated mainly in the field of Applied Linguistics, in an interface with Linguistics, Sociolinguistics, Language Policies and Cultural Studies. The data was collected through semi-structured interviews aiming to delineate the participants' profile utilizing a life story approach. The participants in this study were 7 bilingual parents (4 immigrants and 3 Brazilian citizens) living in Brazil at the time of the interviews, who were or had been married to speakers of a mother tongue other than their own. The study aimed to identify among other factors a) the (spouses' themselves, their children's, relatives', friends', etc.) representations of the languages and cultures at play within the family; b) the status of the languages within the family; c) the spouses' multilingual and multicultural background; d) the social-historical context at the time of immigration and e) the relationships of power between the couple as influential in the (non)transmission of the Immigrant Spouse's Mother Tongue to their children within the family setting. It must be highlighted, however, that none of these factors alone can be regarded as conclusive to the language policy adopted within the family as such policies can only be explained when considered the interrelation among those factors. The study intends to offer subsidies on family language policies that promote the transmission of the immigrant parents' language, i.e., the minority language within the family, to their children
Subject: Representações
Casais interetnicos
Bilinguismo familiar
Identidade linguistica
Identidade cultural
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Coelho_VeronicaMariadeGouveia_M.pdf681.31 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.