Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269812
Type: TESE
Title: Genero e estilo nas melhores redações do vestibular Unicamp
Title Alternative: Genre and style in the best vestibular Unicamp compositions
Author: Maciel, Lucas Vinicio de Carvalho, 1983-
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: Neste trabalho, examino redações eleitas pela Comissão Permanente para os Vestibulares Unicamp (Comvest) como as melhores desse vestibular, a fim de observar se a adequação ao gênero discursivo e o estilo individual de escrita favorecem a boa avaliação dessas redações. O vestibular da Unicamp contempla, em suas propostas de redações, três gêneros: dissertação, carta e narrativa. Considerando-se as possibilidades de realização desta pesquisa de mestrado, apenas os dois primeiros gêneros são analisados, já que ambos se aproximam por seu caráter argumentativo. Segundo a concepção bakhtiniana adotada (BAKHTIN, [1952-1953]), a análise do gênero discursivo deve considerar seus quatro elementos ¿ conteúdo temático, estrutura composicional, estilo e tom ¿ em suas relações indissolúveis e necessariamente perceber as relações dialógicas que o gênero mantém com os enunciados que o cercam. O exame dos textos mostrou grande homogeneidade entre as redações selecionadas pela Comvest, o que se deve a dois fatores: o atendimento às propostas da prova que indicam como o tema deve ser abordado e a opção, de grande parte dos candidatos, por uma estrutura composicional tradicional. Tanto o atendimento adequado às propostas de tratamento temático, quanto a boa realização composicional dos gêneros indicam domínio do gênero, o que certamente contribui para a avaliação positiva dos candidatos. Apesar da homogeneidade dominante, a partir do paradigma indiciário (GINZBURG, 1986, ABAURRE; FIAD; MAYRINK-SABISON, 1997), ainda foi possível encontrar alguns textos com marcas que podem ser tomadas como indícios de estilo individual. Embora os elementos do gênero sejam indissociáveis, de tal modo que a singularidade do texto perpassa todos os aspectos do gênero, observa-se que, nas dissertações, a individualidade do escrevente se mostra de modo mais evidente no tratamento singular do tema, enquanto, no tom volitivo que recobre os textos, pode ser observada uma maior singularidade nas cartas. Como o estilo individual não é diretamente julgado na avaliação das redações, é difícil saber como ele pode influenciar na nota dos textos. Considerando-se, contudo, que de acordo com a posição bakhtiniana, o sujeito é tanto mais capaz de impor sua marca individual ao texto quanto mais domine o gênero discursivo em que escreve, é plausível supor que os textos que trazem mais claramente indícios de estilo cumpram suficientemente bem as exigências básicas do gênero, o que provavelmente já lhes possibilita uma boa avaliação no vestibular. Palavras-chave: Gêneros discursivos, estilo, escrita, Bakhtin

Abstract: In this dissertation, I analyze compositions elected by the Comissão Permanente para os Vestibulares Unicamp (Comvest) (Permanent Commission for Unicamp Entrance Exams) as the best of this college entrance exam in order to discuss if the adjust to the discourse genre and the individual style of writing favour the good evaluation of these compositions. Unicamp college entrance exam contemplates in its proposals of compositions three genres: dissertation, letter and narrative. Considering the contingences of realization of this research, only the first two genres are analyzed, since they are similar for their argumentative character. According to the Bakhtinean conception adopted (BAKHTIN, [1952-1953]), the analysis of the discoursive genre must consider its four elements ¿ thematic content, compositional structure, style and tone ¿ in their indissoluble relations and necessarily understand the dialogic relations the genre maintains with the enunciations to which it is related to. The examination of the texts pointed out notable homogeneity between the compositions selected by Comvest, which is explained by two factors: obedience to the examination proposals, which indicates how the theme should be approached, and most candidates¿ choice for a traditional compositional structure. Both the adequate obedience to the proposals of thematic treatment and good accomplishment to compositional structure indicate understanding of the genre, what surely contributes to the positive evaluation of the candidates. In spite of the dominant homogeneity, it was still possible to find in some texts features that can be taken as clues of individual style (according to clue-paradigm of investigation GINZBURG, 1986, ABAURRE; FIAD; MAYRINK-SABISON, 1997). Although the elements of the genre are indissoluble and, in this way, the singularity of the text goes through all the aspects of the genre, it is noticed individuality of the writer to be more evident in the singular treatment of the theme, in the dissertations, and in the volitive tone covering the texts, in the letters. Since the individual style is not explicitly judged in the evaluation of the compositions, it is difficult to know how it can influence the texts grading. Considering, nevertheless, that in accordance with the Bakhtinean position, the subject is so much able to impose his individual mark to the text the more he dominates the discoursive genre in which he writes, it is possible to suppose that texts that manifest more clearly style clues accomplish sufficiently well the basic demands of the genre, what probably makes possible their good evaluation in the college entrance exam.Key words: Discoursive genre, style, writing, Bakhtin
Subject: Bakhtin, M. M. (Mikhail Mikhailovitch), 1895-1975
Generos discursivos
Estilo
Escrita
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maciel_LucasViniciodeCarvalho_M.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.