Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269782
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: Ich kann mein Name mit letra junta und letra solta Schreiben : bilinguismo e letramento em uma escola rural localizada em zona de imigração alemã no Sul do Brasil
Title Alternative: Ich kann mein Name mit letra junta und letra solta Schreiben : bilingualism and literacy in a rural primary school located in a German immigration region in the South of Brazil
Author: Fritzen, Maristela Pereira
Advisor: Cavalcanti, Marilda do Couto, 1948-
Abstract: Resumo: O presente estudo descreve o cenário sociolingüístico de uma escola rural multisseriada localizada em zona de imigração alemã, no Sul do Brasil, e analisa as práticas sociais de leitura e de escrita construídas em sala de aula. Em consonância com a metodologia da pesquisa etnográfica e interpretativista, os registros foram gerados por meio de observação participante continuada durante um semestre na escola alvo da pesquisa, anotações de campo reelaboradas em diários, conversas informais, entrevistas, gravações de áudio e vídeo de aulas típicas, coleta de documentos, bem como participação em diversos eventos promovidos pela escola ou por outras instituições sociais da comunidade. A análise proposta neste estudo ampara-se teoricamente (i) no bilingüismo como fenômeno social e no campo da educação bilíngüe para minorias, ao focalizar o cenário sociolingüisticamente complexo; (ii) na Sociolingüística Interacional e na Etnografia Educacional, ao abordar a relação de contato/conflito entre as línguas no contexto pesquisado e na sala de aula; (iii) nos Estudos Culturais e na Sociologia, ao discutir questões de língua e identidade; (iv) nos Novos Estudos do Letramento, ao tratar dos eventos de letramento que têm lugar na escola, entre outros. As reflexões sobre os conceitos de língua e identidade apoiaram-se ainda nas discussões de Cavalcanti e César (2007) e de Rajagopalan (1998, 2006). Os resultados sugerem que o alemão como língua de herança é hoje ainda a língua de interação do grupo pesquisado, que as tensões e conflitos lingüísticos existentes na sociedade atingem a escola e que o emprego do alemão na sala de aula restringe-se em grande parte a interações face a face entre os alunos, refletindo negativamente na educação oferecida às crianças bilíngües. Com relação às práticas de leitura e de escrita observadas na sala de aula, os resultados sugerem que essas práticas não dialogam com os usos sociais feitos pelo grupo em estudo. Em síntese, o modelo de letramento que subjaz aos procedimentros didáticos registrados nas aulas observadas é o modelo autônomo de letramento (Street, 1995). No tocante às contribuições da presente pesquisa, (i) a descrição dos usos das línguas na escola e no grupo social investigado, (ii) a descrição das interações em sala de aula e das ações pedagógicas com relação à leitura e à escrita, além (iii) da problematização dos discursos hegemônicos referentes aos grupos teuto-brasileiros e às suas línguas permitem visibilizar a complexidade do contexto teuto-brasileiro pesquisado, além de trazerem subsídios importantes para a formação de professores e de professores em serviço, a fim de que os direitos lingüísticos dessas crianças bilíngües sejam reconhecidos e de que elas tenham, portanto, acesso ao letramento em português e alemão via escolarização

Abstract: The present study describes the sociolinguistic scenario of a multileveled countryside school in a German sheltered region in the south of Brazil. Also, it analyses the social practices of reading and writing built in classroom. According to the ethnographic and interpretative research methodology, the registers came from the continuous participative observation during one semester at the researched school, note taking in diaries, informal conversations, interviews, audio and video recordings of typical classes, documents, and participation in school events as well. The proposed analysis is based on (i) the bilingualism as a social phenomenon and in the field of bilingual education for minorities; (ii) Interactional Sociolinguistics and Educational Ethnography, while studying the contact/conflict relation between the languages in the research field; (iii) Cultural Studies and Sociology, while discussing language issues and identity; (iv) the New Literacy Studies, while focusing literacy events at school, among others. The concepts of language and identity are based on Cavalcanti & Cesar (2007) and Rajagopalan (1998, 2006). The results suggests that German as a heritage language is still the language of interaction in the researched group, the linguistic tensions and conflicts in the society involves the school and the use of German in the classroom is mostly restricted to face-to-face interactions among students, which disturbs in the education offered to bilingual students. Regarding the reading and writing practices observed, the results suggest that they do not follow the group social use of language. In sum, the literacy model which comes from the didactic procedures in the observed classes is the autonomous model of literacy (Street, 1995). The research contributes for (i) the description of the uses of language in the school and in the social group analyzed, (ii) the description of the classroom interactions and the pedagogical procedures related to reading and writing, and also (iii) the problematization of hegemonic discourses referred to the Teuto-Brazilian groups and to their languages that permit to visualize the complexity of the researched field, bringing important resources to teachers formation as well aiming the recognition of bilingual children linguistic rights and giving them the opportunity of literacy in Portuguese and German at school
Subject: Bilinguismo
Letramento
Minorias linguisticas
Identidade
Interação social
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Fritzen_MaristelaPereira_D.pdf3.9 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.