Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269751
Type: TESE
Title: A aprendizagem da LE inglês fora da sala de aula = um estudo "Q"
Title Alternative: Learning english as a foreign language outside the classroom : a "Q" study
Author: Taves, Leila
Advisor: El-Dash, Linda Gentry, 1946-
Dash, Linda Gentry El
Abstract: Resumo: O principal objetivo deste estudo é verificar quais as percepções de estudantes de Ensino Médio em duas escolas particulares no Estado de São Paulo acerca da aprendizagem do Inglês como língua estrangeira em contextos informais, isto é, fora da sala de aula. Os diferentes pontos de vista desses estudantes foram identificados através do uso da Metodologia "Q". A partir de discussões em grupos focais, foram selecionadas 57 afirmações sobre o tema proposto para compor a Amostra "Q". A Distribuição "Q" foi, então, feita por 65 participantes e foram identificados cinco pontos de vista distintos. Os sujeitos do primeiro ponto de vista, os "Valorizadores da Prática", são pessoas que acreditam na prática da língua de variadas maneiras. Os sujeitos do segundo ponto de vista, os "Valorizadores da Comunicação", acreditam que é através da comunicação em viagens para fora do país que se aprende Inglês. Os sujeitos do terceiro ponto de vista, os "Valorizadores da Autonomia", valorizam sua própria autonomia e rejeitam veementemente atividades de caráter obrigatório. Os sujeitos do quarto ponto de vista, os "Externamente Motivados", necessitam de um encorajamento externo e, portanto, valorizam a educação formal e o compromisso com a escola. Os sujeitos do quinto ponto de vista, os "Valorizadores do Esforço", creem principalmente no esforço pessoal e na força de vontade para a aprendizagem da língua. Concluímos que os "Valorizadores da Prática" e os "Valorizadores do Esforço" valorizam o uso de Estratégias de Aprendizagem, enquanto que os "Valorizadores da Autonomia" e os "Externamente Motivados" se apóiam em questões de Motivação. Os "Valorizadores da Comunicação" percebem tanto o valor das Estratégias, como também o da Motivação para a aprendizagem da LE Inglês fora da sala de aula

Abstract: The main objective of this study is to verify perceptions of High School students in two private schools located in São Paulo about learning English as a foreign language in informal learning contexts, i.e. outside the classroom. Five different points of view were identified through the use of "Q" Methodology. The 57 statements making up the "Q" Sample were extracted from discussions in focal groups. "Q" Sorting was conducted by 65 students, and five distinct points of view resulted from the factor analysis of the answers. The "Practicing Learners" are students who believe that there are many ways to learn English outside the classroom, for seeing practice in various different forms leads to learning. The "Communicative Learners" feel English can be learned by speaking it while traveling abroad. The "Autonomous Learners" value their autonomy and reject activities they are required to do. The "Externally Motivated Learners" value the responsibilities and motivation furnished by formal education and their commitment to school. The "Hardworking Learners" recognize the importance of personal effort and willpower in learning the language. We concluded that the "Practicing Learners" and the "Hardworking Learners" value the use of Learning Strategies, while the "Autonomous Learners" and the "Externally Motivated Learners" are more influenced by Motivation. The "Communicative Learners" feel a need for both Learning Strategies and Motivation to learn English as a foreign language outside the classroom
Subject: Metodologia Q
Contextos informais de aprendizagem
Língua estrangeira
Língua inglesa - Motivação
Estratégias de aprendizagem
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Taves_Leila_M.pdf958.22 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.