Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269749
Type: TESE
Title: Pode ser em ingles? : Não. Em portugues primeiro : ensino de lingua inglesa para crianças em contextos emergentes no pais : um estudo de caso
Title Alternative: Can it be in English? No. In Portuguese first. Teaching of English language for children in new contexts. A study of case
Author: Costa, Rinaldo Vitor da
Advisor: Almeida Filho, José Carlos Paes de, 1948-
Filho, Jose carlos Paes de Almeida
Abstract: Resumo: Este trabalho tem como finalidade discutir a introdução de uma língua estrangeira (LE) nas séries iniciais de uma rede municipal Verificamos que a introdução da LE ocorreu desconsiderando o histórico das línguas alóctones (italiano e alemão), na região e a falta de profissionais habilitados para o ensino de língua estrangeira para crianças (ELEC). O poder público local para tentar sanar este problema contratou instituto de idiomas para aprimorar a competência lingüística das professoras, embora sub-avaliando a necessidade de aprimoramento das demais competências necessárias para o ensino adequado de uma LE. Utilizei para este trabalho instrumentos de pesquisa qualitativa adequados a pesquisas cujas perguntas são como e por que. Assim, através de um estudo de caso, observei aulas em dois ambientes distintos em que as professoras-sujeito da pesquisa desempenhavam papéis diferentes. No instituto de idiomas que funcionou como centro de formação, as professoras atuavam como alunas. No outro ambiente, as escolas de séries iniciais do ensino fundamental de um município do Sudoeste do Paraná, as participantes da pesquisa lecionam inglês. A partir das informações advindas destes ambientes busquei analisar as semelhanças e diferenças de ambas enquanto professoras, e também possíveis causas dessas semelhanças ou diferenças. Percebeu-se que embora as professoras tenham tanto a formação acadêmica quanto competências distintas nas habilidades em LE lecionam de modo muito semelhante. Ambas demonstram implementar atividades pedagógicas baseadas em suas competências implícitas e crenças a respeito de língua e não das informações veiculadas nos cursos de Licenciatura que ambas freqüentaram, ainda que cursos distintos, Letras e Pedagogia. Além disso, percebeu-se por parte das participantes impermeabilidade à adoção de novas abordagens, pois embora freqüentem curso de idiomas direcionado para o aprimoramento da fluência, principalmente oral, não se valem deste curso como modelo para a realização de suas atividades docentes.

Abstract: This research intends to analyze the introduction of English as Foreign Language (EFL) on the elementary schools curriculum. In order to accomplish this intention it was necessary to mention briefly the presence of other languages introduced by descendents of Italians and Germans who settled the South of Brazil. The situation of bilingualism was ignored because Brazilian authorities have considered bilingualism a menace to the Union and development of the Nation. In believing so, the decision-makers introduced the EFL in the elementary school curriculum since English has been considered the international language (as if it was the only one) therefore the more useful and neutral. The research was interpretative (Erickson, 1982, 1986,1992) since we used qualitative data (classroom observation, interviews and field notes) to analyze the EFL classes to children. The City House, responsible for the management of the Elementary School System, has contracted an Institute of Language Teaching to design an in-service Teaching Training Course. Student-teachers have been attending this course for 3 years. However, it has not been successful since student teachers have not changed their approach to teach EFL. The analysis revealed that both teachers, Karina, (Letras graduated) and Ana (Education graduated) do not use different strategies to teach English. Both them use the grammar-translation approach, certainly in order to avoid mistakes, unknown words and mispronunciation, and the most important to save their face, (Goffmann).The data lead us to suggest the EFL maintenance in the Elementary School curriculum. EFL should be changed into English a Second Language (ESL) since Brazil is connected to the world market and Brazilian children have been continuously exposed to the English Language. Therefore the English language must be present in Brazilian classrooms as well.
Subject: Língua inglesa - Estudo e ensino
Língua estrangeira
Crianças
Linguagem - Política governamental
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Costa_RinaldoVitorda_D.pdf8.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.