Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269731
Type: TESE
Title: Genesis capitulos 1 e 2, 1-4 : um estudo de traduções e exegese
Author: Dal Fabbro, Daniela
Advisor: Sabinson, Eric Mitchell, 1949-
Abstract: Resumo: O ponto de partida deste trabalho é a interpretação da história da criação do mundo. Com o objetivo de mostrar um pouco da exegese bíblica, são analisadas traduções, feitas a partir do hebraico, à luz de um dos maiores exegetas do judaísmo, Rashi. Entre os tradutores- Haroldo de Campos, André Chouraqui, Rabino Meir Matzliah Melamed e Aryeh Kaplan - incluo uma lingüista aplicada, Dal Fabbro, a autora desta pesquisa. A análise se pauta pelos níveis lingüísticos (sintático, morfológico, léxico-semântico) e por fatores pragmáticos e estilísticos. O arcabouço teórico inclui os trabalhos. de Umberto Eco (com a noção de "intenção de texto") , Travaglia (a tradução como ressignificação) e Patrick Dahlet (abordagem cognitivo-lingüístico à produção textual). Conclui-se que todas as traduções analisadas se centralizam no significado do texto, levando em conta a língua e a cultura hebraicas, ou seja, buscam a intenção do texto. As diferenças entre uma tradução e a outra se devem (1) ao nívellingüístico, priorizado por cada um dos tradutores, (2) ao ponto de vista de cada um, (3) à relação entre tradutor e leitor (pragmática) e/ou (4) a variações estilísticas

Abstract: In order to illustrate biblical exegesis, translations made directly from Hebrew are examined on the basis of the interpretations of Rashi: one of the great savants of Judaísm. Among the translations are those of Haroldo de Campos, André Chouraqui, Rabbi Meir Matzliah Melamed and Aryeh Kaplan, to which I compare my own translation (DaI Fabbro, author of this dissertation). The analysis examines linguistic levels (syntactic, morphologic and lexico-semantic) as well as pragmatic and stylistic factors. The theoretical support for this dissertation comes from Umberto Eco (the concept of "text intention"), Neusa Travaglia (the translation as "resignificance") and Patrick Dahlet (linguistical-cognitive approach of textual production). It is concluded that all the translations are concemed with meaning in terms of Hebrew language and culture, in other words, they search for the intention of the textoThe differences between translations are due to (1) the linguisticallevel privileged by each of the translators, (2) point of view, (3) the relation between translator and reader (pragmatics) and (4) stylistic variations
Subject: Biblia - Historiografia
Tradução e interpretação
Língua hebraica
Judaísmo - Doutrinas
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
DalFabbro_Daniela_M.pdf3.86 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.