Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269726
Type: TESE
Title: Um estudo sobre elaboração e avaliação de hipertextos pedagogicos para ensino de leitura em lingua estrangeira
Title Alternative: A study about construction and evaluation of pedagogical hypertexts for teaching reading in second language
Author: Sabadini, Tamara Chagas Carneiro
Advisor: Braga, Denise Bértoli, 1953-
Abstract: Resumo: O objetivo desta dissertação é mostrar as etapas percorridas em um estudo exploratório sobre construção de materiais textuais digitais no contexto de leitura em língua estrangeira e sobre avaliação da interação de alunos/leitores com esses materiais. Nossa hipótese inicial era que os links digitais poderiam ser explorados como uma forma de apoio a processos descendentes de leitura. Essa hipótese foi alterada por duas razões centrais: a literatura existente oferece poucas reflexões sobre o processo de produção de hipertextos e há poucos estudos empíricos sobre interação com hipertextos, mesmo no contexto de língua materna; questões que nos pareceram preceder à hipótese inicial. Assim, a pesquisa apresenta uma revisão da literatura existente sobre hipertexto, letramento digital e leitura em diferentes suportes textuais. Essa reflexão informou o processo de geração do material digital usado nas situações de testagem sobre leitura na tela. Visando entender como leitores interagem com hipertextos em língua estrangeira, trabalhamos nesta pesquisa com três versões de um mesmo texto. A primeira versão foi retirada de um curso de inglês instrumental on-line oferecido por uma universidade estadual paulista. A versão apresentada aos alunos foi escaneada de um texto originalmente impresso e a única adaptação feita nessa versão foi reduzir o material de modo a que coubesse em duas telas. A segunda versão foi construída seguindo uma organização hipertextual axial, a qual apresenta um eixo central e links de extensões tópicas. A terceira versão foi construída seguindo uma organização hipertextual rizomática, que, ao contrário da axial, apresenta ao leitor um conjunto de segmentos (lexias) os quais não estão necessariamente vinculados a um eixo central. O estudo empírico da pesquisa foi subdividido em duas etapas. A primeira descreve em detalhes o processo de geração dos dois tipos de hipertextos: axial e rizomático. A segunda analisa como os leitores interagem com as diferentes versões textuais no contexto de leitura em língua estrangeira. A análise dos dados sugere que a versão hipertextual axial foi considerada pelos leitores testados mais produtiva do que a versão escaneada ou a rizomática. As conclusões da pesquisa apontam caminhos futuros que podem ser produtivos no uso de hipertexto no contexto de ensino de leitura instrumental

Abstract: The objective of this dissertation is to show the process we went through during an exploratory study about construction of digital textual materials in the context of second language reading and about evaluation of the interaction between students/readers and these materials. Our initial hypothesis was that the digital links could be explored as a way of giving support to the descendents reading processes. This hypothesis was changed for two central reasons: the existent literature offers few reflections about the process of production of hypertexts and there are few empirical studies about interaction with hypertexts, even in first language contexts; points of reflection that seemed to come before the initial hypothesis. Therefore, the research presents a revision of the existent literature about hypertext, digital literacy and reading in different textual supports. This reflection informed the process of creation of the material used in the tests about reading on screen. In order to understand how readers interact with hypertexts in second language, we have worked with three versions of the same text in this research. The first version was taken from an on-line English instrumental course offered by a university of the state of Sao Paulo. The version presented to the students was scanned from an original printed text and the only adaptation it suffered was of reducing the material in order to fit it in two screens. The second version was built following an axial hypertextual organization, which presents a central axis and links of topic extensions. The third version was built following a rhizomatic hypertextual organization, which, differently from the axial, presents to the reader a set of segments (lexias) that are not necessarily bound to a central axis. The empirical study of this research was subdivided into two stages. The first stage describes in details the process of generating two types of hypertexts: axial and rhizomatic. The second analyses how readers interact with different textual versions in the context of second language reading. The analysis of the data suggests that the axial hypertextual version was considered by the readers tested as more productive than the scanned and the rhizomatic versions. The conclusions of this research point to future directions that can be productive in the use of hypertext in the context of instrumental reading teaching
Subject: Sistemas de hipertexto
Língua estrangeira
Ensino
Leitura
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2007
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Sabadini_TamaraChagasCarneiro_M.pdf6.65 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.