Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269676
Type: TESE
Title: Ensino interdisciplinar de ingles na escola regular
Title Alternative: Interdisciplinary english teaching in regular schools
Author: Matos, Marianne Pesci de
Advisor: Terzi, Sylvia Bueno, 1940-
Abstract: Resumo: O ensino de inglês nas escolas regulares, geralmente, mostra resultados pouco satisfatórios e por isso existe a busca por novas propostas e metodologias nas instituições de ensino. O objetivo geral deste trabalho é analisar as tensões geradas durante as aulas dentro de uma proposta de ensino de inglês como Língua Estrangeira (LE) em um contexto interdisciplinar, ou seja, quando o ensino da LE é nas aulas das diversas matérias. A proposta é denominada Systemic e a justificativa para sua aplicação é a de unir o desenvolvimento da oralidade necessária para a comunicação no cotidiano fora da escola à temática própria do cotidiano escolar, isto é, com os temas das disciplinas. A pesquisa foi desenvolvida em uma escola privada de ensino infantil e fundamental situada em uma cidade do interior de São Paulo. As aulas foram gravadas em áudio e foram feitas anotações em campo e entrevistas. Com a análise dos dados é possível observar que durante as aulas ocorrem muitos momentos de tensão que não contribuem para o aprendizado efetivo da LE e, também, que os alunos vêem na aprendizagem da língua a função social de comunicação. Isso é mostrado pelo fato de eles aproveitarem qualquer oportunidade para se comunicar sobre assuntos do cotidiano. Pela proposta do programa, era de se esperar que houvesse o uso da língua para a comunicação sobre as aulas, como deve ocorrer nos EUA, desenvolvendo-se, assim, simultaneamente, a fluência oral comunicativa e a aprendizagem do inglês específico para entenderem o conteúdo. Essa proposta parece seguir o modelo de letramento ideológico. Porém o que acontece é que o conteúdo da aula de LE é, geralmente, algo que os alunos já aprenderam em português e, com isso, o objetivo de ensinar inglês para a comunicação fica perdido, já que o foco passa a ser apenas o vocabulário. Os episódios em que há um uso real da língua restringem-se a interações que não envolvem o conteúdo, como alunos pedindo para ir ao banheiro, por exemplo. Analisando os conflitos gerados pela opção de modelos de letramento que visam associar o letramento escolar ao letramento adquirido fora da escola, concluímos que a proposta segue as diretrizes que estabelece, mas não obtém o resultado esperado quanto ao aprendizado efetivo da LE

Abstract: The teaching of English in regular schools, generally, shows unsatisfactory results and therefore there is the search for new proposals and methodologies in learning institutions. The aim of this study is to analyze the stresses generated during the classes within a proposal for teaching English as a Foreign Language in an interdisciplinary context, when the foreign language is the vehicle to teach other subjects. The proposal is called Systemic and the justification for its application is to combine the development of oral skills, necessary for communication in daily life outside the school, to the theme of everyday school life, in other words, with the themes of disciplines. The research was conducted in a private primary school located in the state of São Paulo. The classes were recorded on audio; annotations and interviews were made to compliment the data. With the analysis is possible to observe that during the classes there are many moments of tension that do not contribute to effective learning of the foreign language, and also that students see in language learning the social function of communication. This is shown by the fact that they seize any opportunity to communicate on matters of everyday life. According to the proposal of the program, English was expected to be used as the mean of communication during the classes, as should occur in the U.S., developing, therefore, both the oral communicative fluency and the learning of English to understand the specific content. This proposal seems to follow the ideological model of literacy. But what happens is that the content of the class of foreign language is usually something that the students have learned in Portuguese and thus the goal of teaching English for communication is lost, because the focus becomes only the vocabulary. The episodes in which there is an actual use of language are restricted to interactions that do not involve content, such as students asking to go to the bathroom, for example. Analyzing the conflicts generated by the choice of literacy models aimed to link school literacy to literacy acquired outside of school, we find that the proposal follows its guidelines, but do not get the expected result when it comes to learning a foreign language
Subject: Língua estrangeira
Letramento
Interdisciplinaridade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Matos_MariannePescide_M.pdf21.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.