Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269675
Type: TESE
Title: Letramento acadêmico = concepções divergentes sobre o gênero resenha crítica
Title Alternative: Academic literacy : divergent conception about the genre critical review
Author: Oliveira, Eliane Feitoza, 1979-
Advisor: Terzi, Sylvia Bueno, 1940-
Abstract: Resumo: Este trabalho analisa os conflitos que emergem da escrita de resenha crítica por parte de alunos calouros, quando precisam produzir o gênero com base em concepções e orientações de letramento divergentes. A identificação, a compreensão e a análise dos conflitos dão-se a partir das postulações teóricas dos Novos Estudos do Letramento (STREET, 1984; GEE, 1996; LEA E STREET, 1998; LILLIS, 1999, entre outros) e de estudos que visam o ensino ou a análise de gêneros acadêmicos (MATENCIO, 2002; MACHADO, LOUSADA, ABREU-TARDELLI, 2004A; 2004B, entre outros). Nessa perspectiva, considera-se que o letramento acadêmico difere do letramento de outras esferas, visto apresentar formas particulares de ser, pensar, agir, ler e escrever que são próprias deste domínio - de modo que o aluno, a fim de adquirir fluência no Discurso Acadêmico, deve acessá-las, com o auxílio dos professores, sem, no entanto, abrir mão de sua história prévia de letramento e de Discursos aos quais teve acesso antes de ingressar na universidade. No entanto, esse acesso não se dá sem conflitos, tendo em vista que a história e os Discursos refletem em suas produções escritas e entram em conflito com os Discursos dos professores, uma vez que estes não consideram a condição letrada dos alunos que ingressam na universidade. Sendo assim, o presente estudo caracteriza-se como uma pesquisa qualitativa de cunho etnográfico. Este tipo de pesquisa configura-se como um instrumental de coleta e análise de dados que permite estabelecer relações entre as histórias de letramento dos sujeitos de pesquisa, suas práticas letradas, práticas da esfera acadêmica e os conflitos que emergem dessas práticas. O trabalho foi realizado em uma universidade particular da cidade de São Paulo, na sala de aula do primeiro semestre do curso de Letras, tendo como sujeitos focais três alunas e dois professores que ministram aulas nesta turma. Com base nos dados analisados - obtidos através dos textos redigidos pelas alunas, de entrevistas com elas e de gravações das aulas dos professores - foi possível identificar que os conflitos que emergem da produção de resenha por parte dos alunos têm a ver com suas histórias de letramento, com os Discursos que trazem para a universidade acerca do gênero, com os Discursos que precisam aprender para interagir em um novo espaço de socialização e com os modelos e as práticas, mais precisamente com a prática do mistério, que os professores adotam, mesmo que de forma inconsciente, para ensinar o gênero resenha crítica

Abstract: This work analyzes the conflicts emerging from the critical review on the part of freshpeople when they need to produce such genre based upon diverging conceptions and directions on literacy. Conflict identification, understanding, and analysis occur from theoretical postulations on the New Literacy Studies (Street, 1984; Gee, 1996; Lea and Street, 1998; Lillis, 1999, among others) and from studies seeking academic genres teaching or analysis (Matencio, 2002; Machado, Lousada, Abreu-Tardelli, 2004a; 2004b, among others). In this perspective, academic literacy is considered to differ from literacy in other spheres, for it presents particular forms of being, thinking, acting, reading, and writing which are proper from this dominion - in such a way that the student - aiming to acquire fluency in the Academic Discourse - must access them aided by professors, but without giving up his/her previous literacy and Discourse history which he/she had access to before entering the University. Nonetheless, this access does not take place away form conflicts since history and Discourses reflect on their written productions and get into a conflict with their Professors? Discourses, for the latter do not consider the condition of literacy of students entering the University. The present study is therefore characterized as a qualitative research of ethnographic nature. This type of research is portrayed as a data-collecting-and-analyzing instrument allowing the establishment of relationship between the literacy history of the subjects of the research, their literate practices, practices on the academic sphere, and the conflicts emerging from such practices. The work was carried out at a private university in the city of São Paulo, in the classroom of the first semester of the Letras (Languages/Literature) Course, having, as its focal subjects, three female students and two professors teaching in this same class. Based on the data which were analyzed - which were obtained through texts composed and written by the students, interviews with them, and recordings of the professors? classes - it was possible to identify that the conflicts emerging from the students? digest-writing have to do with their literacy history, with the Discourses they need to learn in order to Interact in a new socializing space, and with the patterns and practices, more precisely with mystery practice, adopted by the professors - even if unconsciously - to teach the critical review
Subject: Letramento
Ensino superior - Brasil
Conflitos - Estudo e ensino
Criticas textuais
Literatura - Resenhas
Discurso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Oliveira_ElianeFeitoza_M.pdf3.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.