Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269661
Type: TESE
Title: Embate e debate de sentidos sobre o Brasil em antologias de ensaios : discurso, memoria e leitura
Title Alternative: Opposition and discussion on the interpretation of Brazil in essay anthologies : discourse, memory and reading
Author: Dias, Luciana Cristina Ferreira
Advisor: Serrani, Silvana Mabel, 1955-
Abstract: Resumo: Considerando a problemática acerca da linguagem e da identidade nos estudos de perspectiva discursiva (Pêcheux, 1990; Orlandi 1999) e as reflexões produzidas a partir do Grupo de Pesquisa "Antologias, discurso e práticas letradas", este trabalho busca refletir sobre as representações construídas discursivamente sobre o Brasil em quatro antologias/coleções de ensaios, a saber: Nenhum Brasil existe (João Cezar Rocha), Intérpretes do Brasil (Silviano Santiago), Morte e progresso: cultura brasileira como apagamento de rastros (Francisco Foot Hardman) e Formas e mediações do trágico moderno: uma leitura de Brasil (Ettore Finazzi- Agrò e Roberto Vecchi). Na medida em que a antologia é um gênero que funciona como organizador de saberes sobre o Brasil, mostrou-se necessário enfatizar, no trabalho, a distinção entre memória (arquivo) e interdiscurso. Neste sentido, as antologias foram examinadas a partir de sua formulação (ordem do intradiscurso), tendo-se em vista as seções de ensaios que constituem a seleção de textos, os elementos paratextuais (títulos, prefácios, notas, orelhas, prólogos, dados autobiográficos de um autor) e os elementos metatextuais (ensaios críticos e ensaios-guias de leitura), o que coloca em cena a necessidade de compreender, sob um ponto de vista enunciativo-discursivo, os lugares de enunciação que se desdobram no interior da antologia: a posição-locutor organizador-editor, a posição- ensaísta convidado, a posição comentarista-especialista, o que coloca em cena imagens de leitores projetados no discurso: leitor estudante, leitor estudioso, leitor especialista. Dessa forma, a antologia, em termos de função autoria, é marcada pela tensão unidade e dispersão que se desenha no projeto antológico, seja em termos de diversas posições-sujeito, seja em termos de confrontos entre diferentes formações discursivas. Também, a partir da análise das condições de produção do discurso, da formulação da antologia, da constituição dos sentidos e de sua circulação, foi possível refletir sobre: (i) os conflitos de uma identidade brasileira vazia, lacunar, marcada pela falta que se completa no outro estrangeiro, (ii) a problemática da Comemoração dos 500 anos do Brasil como lugar de memória ou como acontecimento que produz uma tensão entre a narrativa coerente do Estado e a dispersão dos sentidos que retornam a partir da memória do dizer e (iii) as reflexões e movimentos de resistências de intelectuais que deslocam sentidos de ordem e progresso para morte e progresso ou a partir da posição de que o Brasil pode e deve ser lido a partir do trágico.

Abstract: Dealing with problems on language and identity in discourse studies and reflections produced from the Research Group "Antologias, discurso e práticas letradas", this current research analyzes discourse-constructed representations on Brazil in the following four anthologies / essay collections: João Cezar Rocha's Nenhum Brasil existe [No Brazil exists]; Silviano Santiago's Intérpretes do Brasil [Interpreters of Brazil]; Francisco Foot Hardman's Morte e progresso: cultura brasileira como apagamento de rastros [Death and cprogress: Brazilian culture as the erasure of clues] and Ettore Finazzi - Agrò and Roberto Vecchi's Formas e mediações do trágico moderno: uma leitura de Brasil [Forms and mediation of modern tragedy: an interpretation of Brazil]. Since an anthology is a literary genre that organizes knowledge on Brazil, the distinction between memory (archive) and interdiscourse are highlighted. Above-mentioned anthologies were analyzed with regard to their formulation (intradiscourse order) concerned with section of essays that constitute the tests selection, paratextual elements (titles, prefaces, notes, flaps, prologues, author's autobiographical data) and metatextual (critical essays and essays as reading guides) factors. From the enunciation and discursive point of view, these factors put in the limelight the need for understanding the enunciation places developed within the anthology, or rather, the position of the organizing interlocutor-editor, the position of the invited essayist and the position of the specialized commentator. These factors bring forth the reading projected in the discourse: student reader, scholar reader, specialized reader. In terms of authorship, the anthology is marked by the unity-dispersion tension constructed within the anthological project either in terms of several subject positions or in terms of conflicts between different discursive formations. Through an analysis of production conditions of discourse, anthology formulation, constitution of meanings and their circulation, the analyses developed on the conflicts with regard to zero degree Brazilian identity, characterized by gaps, marked by lacks that fulfill themselves in the foreign Other, the problematization of the commemoration of the 500 years of the discovery of Brazil as a memory site or happening that produced the different. Further, investigation are undertaken on the tension between the State's coherent narrative and the dispersion of meanings that come back when memory is provoked, the reflections and movements of resistance of the intellectual elite that displace meaning of order and progress towards death and progress, or rather, that Brazil may and should be interpreted in a tragic manner.
Subject: Antologias de ensaios
Análise do discurso
Ensaios brasileiros
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2009
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Dias_LucianaCristinaFerreira_D.pdf1.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.