Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269636
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: A critica de tradução em Antoine Berman : reflexo de uma concepção anti-etnocentrica da tradução
Author: Battisti, Patricia Stafusa Sala
Advisor: Arrojo, Rosemary, 1950-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa examina as concepções de tradução e de crítica de tradução do teórico francês Antoine Berman (1942-1991), expostas em sua obra póstuma, Pour une critique des traductions: John Donne (1995). Nessa obra, Berman (1995) apresenta seu projeto de crítica de tradução como um novo gênero de crítica literária, pretendendo preencher uma lacuna existente na área, uma vez que crê não haver, até então, reflexões ou exemplos que mostrem como proceder a uma "análise rigorosa de uma tradução" (p. 13-4). Seguem-se, como conseqüências, a confecção do projeto de crítica de tradução de Berman, bem como sua aplicação a traduções, principalmente francesas, da elegia "Going to becl', do poeta inglês John Donne (1572-1631). Minha pesquisa, além de apresentar, caracterizar e examinar a contribuição bermaniana no que tange à sua novidade e aos seus propósitos, propõe uma avaliação de sua perspectiva, do alcance de suas propostas e dos pressupostos que as norteiam. Nesse estudo, ressalto que esse teórico privilegia um modo de traduzir que conservaria as características da língua-fonte, enquanto condena o modo por ele denominado de "etnocêntrico", que domesticaria o texto estrangeiro em prol da língua-meta, como afirma em La traduction et Ia Iettre (1985, p. 48-53). É essa rejeição à tradução dita domesticadora que passo a denominar de "anti-etnocêntrica". Tendo isso em mente, o resultado desta pesquisa consistirá em trazer à tona os conflitos presentes no projeto do autor, decorrentes de seus pressupostos teóricos e de seu objetivo maior, qual seja, o de elaborar uma critica de base "não-subjetiva" e "não-dogmática", que repouse sobre "bases consensuais de julgamento" (1995, p. 16). Nesse sentido, tentarei mostrar que, embora esse teórico declare propor uma critica dessa natureza, acaba, de fato, por elaborar uma critica pautada em sua concepção "anti-etnocêntrica", que, inevitavelmente, implica uma abordagem da tradução ideologicamente marcada, e não uma abordagem universalmente válida, como defende

Abstract: This study examines the concepts of translation and translation criticism of the French theorist Antoine Berman (1942-1991), exposed in his posthumous work, "Pour une critique des traductions: John Donne" (1995). In this book, Berman presents his project of translation criticism as a new geme of literary criticism, and in doing so he intends to fulfill the lack existing in the area as he believed there were not, till then, reflections or examples showing how to proceed to a "defrnite analysis of a translation" (p. 13-4). As a consequence, Berman developed a project on translation criticism, as well as its application especially to the French translations of the elegy "Going to bed" by the English poet John Donne. My study, besides presenting, charaterizing and examining the Bermanian contribution with respect to its innovativeness and purposes, proposes an evaluation of its perspectives and extensions and its' premises. In this study, I emphasize that this theorist privileges a translation method which would preserve the source language characteristics, and condemns the method named by him as "ethnocentric", which would domesticate a foreign text, as he claims in "La traduction et Ia Iettre" (1985, p. 45-53). This rejection to the domesticating translation is hereon denominated "anti-ethnocentric". Having this in mind, the outcome of this study will point the conflicts present in the author's project due to his theoretical premises and his upmost objective, that is, to elaborate a "non-subjective" and "non-dogmatic" criticism, wbich is "founded on consensual judgement" (1995, p. 16). I will try to show that, although tbis theorist claims the proposal of a criticism of tbis nature, he, in fact, develops a criticism marked by the "anti-ethnocentric" concept, wbich, inevitably, suggests an ideologically marked translation approach, and not a universally valid approach, as he advocates
Subject: Tradução e interpretação
Linguística aplicada
Crítica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Battisti_PatriciaStafusaSala_M.pdf18.26 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.