Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269626
Type: TESE
Title: Enunciados escritos : relações dialogicas entre generos discursivos
Title Alternative: Writing : a genre of discursive articulation reflecting the subject's interaction with his interlocutor(s)
Author: Manfrim, Aline Maria Pacífico, 1978-
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: Esta dissertação tem como propósito mostrar uma forma de compreender as produções escritas de dois sujeitos, que estudavam na mesma sala de aula, a partir das relações intergenéricas propostas por Bakhtin (1979). Para isso, considero em minhas reflexões que toda escrita é uma articulação de gêneros discursivos, cotejados pelos sujeitos ao se relacionarem com seu(s) interlocutor(es). Para considerar as relações intergenéricas nos gêneros discursivos escritos dos sujeitos, parti de uma pesquisa etnográfica que se iniciou na sala de aula e que também abarcou os bairros e as casas desses sujeitos. Feito este percurso, apresento e discuto as características que singularizam cada um desses dois sujeitos, passando pela própria rotulação feita pela professora de português deles (um era 'ruim¿ e outro era 'bom¿). Estabelecidos os traços de singularidade pela comparação entre os dois sujeitos, aponto que a diferença entre eles, diferença que só construí a partir de minha interação com eles, a qual possibilitou a co-construção da singularidade das relações intergenéricas, remete às diferentes concepções de escola presentes na forma como trabalham suas escritas e na própria interação comigo durant a pesquisa. Nessas duas concepções de escola estão imbricadas também diferentes concepções de letramento, mostrando que um desses sujeitos constrói discursivamente suas representações de escola, de escrevente e de aluno 'da escola para a vida¿ e o outro, 'da vida para a escola¿

Abstract: This work proposes to show one way to comprehend the writing of two subjects who studied in the same classroom, starting from the intergeneric relationship proposed by Bakhtin (1979). For this purpose, I assume all writing is a genre of discursive articulation reflecting the subject's interaction with his interlocutor(s). In order to consider the intergeneric relationship in the subjects' writing, I conducted an ethnographic study that started in the classroom and also included their neighborhoods and homes. Based on that study, I present and discuss the distinguishing characteristics that make each subject unique, going beyond their Portuguese teacher's labels (one is a bad student and one is good). Having established the unique characteristics for the comparison of the two subjects, I point out that the difference between them, a difference that only arises from my interaction with them which made possible the co-construction of the singularity of the intergeneric relationship, is reflected in the different conceptions of school present in their writing styles and in their individual interaction with m during the research. In these two conceptions of school, there are displayed also different conceptions of literacy, showing that one of the subjects built discursively his representation of school, of the scriptor and student "from school to life," and the other "from life to school."
Subject: Generos discursivos
Letramento
Subjetividade
Autoria
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Manfrim_AlineMariaPacifico_M.pdf4.81 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.