Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269616
Type: TESE
Title: O dialogismo e a constituição de sujeitos na construção de um "projeto de dizer" de alunos trabalhadores
Author: Almeida, Paulo Roberto
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: Assumindo a noção de sujeito como um ser sócio-histórico: nem o sujeito "fonte dos sentidos", "todo poderoso", nem o sujeito assujeitado, "inútil", mas um sujeito histórico que manipula com e sobre a linguagem e que, ao construir um discurso a partir de outro, imprime sua marca individual a um já-dito, o presente trabalho tem como objetivo investigar nos textos produzidos por alunos-trabalhadores de escola técnica, curso profissionalizante, período noturno, da rede pública de ensino: i) as marcas, estratégias e recursos expressivos manipulados por alunos-sujeitos em trabalho com a linguagem; ii) as marcas que apontem a dialogia com outros textos (intertextualidade) e com outros dizeres com que já tiveram contato (interdiscursividade). Meu olhar sobre os dados desta pesquisa é norteado por um modelo epistemológico abdutivo de investigação - o paradigma indiciário - para observar, nos textos, as singularidades que adquiriram relevância para os alunos no processo de construção do seu discurso. Dentro dessa perspectiva, tomo como referencial teórico os conceitos bakhtinianos de dialogia e polifonia; intertextualidade, interdiscursividade e heterogeneidade, junto à Análise do Discurso e, ainda, conceitos básicos tomados da Lingüística Textual. Pretendo, ainda, contribuir para as discussões em tomo da construção de uma prática que possibilite ao aluno construir o seu "projeto de dizer" que se traduza num 'poder dizer'; uma prática que considere, portanto, o aluno como agente social no trabalho social de construção de sentidos no processo da leitura e da construção de textos escritos, aluno-sujeito que constrói, sujeito que diz algo de si para si e para o outro

Abstract: This research assumes subject as socio-historical being - different from the powerful subject or the "useless" one-just a historical being who operates on language, produces his own discourse by taking words from the "other", and is able to put his individual marks into the other's "saying" too. This work investigates: (i) the marks, strategies and expressive means operated by subjects at work with language; (ii) the marks which may point out dialogy with other texts (intertextuality) and with other "sayings" the students might have come across (interdiscoursivity) in texts produced by worker students of a technical public high school . Research data analysis is supported upon an epistemological abductive., investigation pattem intended to examine peculiarities which have acquired relevance for students in their process of constructing their own discourse. According to this point of view I take theoretical concepts of dialogy and polyphony (Bakhtin), intertextuality, interdiscoursivity and heterogeinity (Discourse Analysis) and some basic concepts from Textual Linguistics as well. I also intend to contribute for discussions about the construction of a pedagogical practice that may enable the students to construct their own "saying project" which is to be translated into a "power for saying"; this practice should consider students as social agents of their social task to construct meaningsin the process of reading and writing
Subject: Leitura
Escrita
Intertextualidade
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1998
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Almeida_PauloRoberto_M.pdf3.95 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.