Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269606
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: O gênero Memorial de formação = análise das rememorações de práticas de leitura e escrita no processo formativo
Title Alternative: The written records of professional development gender : analysis of recollections of reading and writing practices in formative process
Author: Caldas-Viudes, Lilian Kelly, 1983-
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: Esta dissertação tem como objeto de estudo as rememorações, de um grupo de professoras, no que concerne ao ensino-aprendizagem de leitura e escrita, registradas em Memoriais de Formação produzidos como o trabalho final de um curso de formação em Pedagogia (Proesf), oferecido aos docentes em exercício na educação infantil e primeiras séries do ensino fundamental da região metropolitana de Campinas. Considerado como um gênero discursivo - que se materializa na forma de narrativa autobiográfica (PASSEGGI, 2003), o Memorial de Formação é constituído por rememorações dos processos históricos e socioculturais vividos pelos seus autores em diferentes contextos, principalmente o formativo, aliadas a uma discussão teórica estudada na academia (neste caso, leitura e/ou escrita). Pelo fato das rememorações carregarem um alto grau de subjetividade e historicidade, esta pesquisa filia-se ao campo da Linguística Aplicada e aos fundamentos da metodologia qualitativa interpretativista (MOITA-LOPES, 2006), uma vez que tais perspectivas valorizam os múltiplos significados presentes nos dados. A partir de uma análise enunciativa (BAKHTIN, 1929/1979) dos dados, atenta às marcas linguísticas e aos fenômenos enunciativos, objetivou-se detectar indícios do olhar dessas professoras para seus processos de ensino-aprendizagem de leitura e escrita e para as possíveis transformações de concepções sobre o tema, em decorrência da sua participação no Proesf, relacionando, assim, as evidências detectadas pela análise com os traços da historicidade do ensino de língua portuguesa no Brasil. Durante a análise dos dados, foi possível captar informações de como se realizavam certas práticas de linguagens em pelo menos três momentos das trajetórias de vida das autoras: nos primeiros anos escolares, no período que compreende de 5ª a 8ª séries do 1º grau ao magistério e no período em que participavam do Proesf. De modo geral, os dados indicaram que as práticas de ensino-aprendizagem de leitura e escrita que ocupavam posições privilegiadas nas aulas de língua portuguesa ainda nos anos 1980/1990, período em que a rememorações foram vivenciadas, continuavam sendo as mesmas tradicionais e consagradas por séculos, tais como: exercícios de caligrafia, de cópia, de ditados, de formação de frases, de leitura em voz alta, o ensino da gramática, leitura de clássicos literários seguidos de algum tipo de avaliação (prova ou resumo), exercícios de interpretação de texto descontextualizados. No entanto, também foram encontrados indícios de que o ensino baseado em uma concepção de língua sócio-interacionista estava surgindo, mesmo que de maneira incipiente, e chegava à escola o reflexo do deslocamento dos princípios que regiam o ensino de língua portuguesa até os anos anteriores. No percurso de escrita de seus Memoriais, as professoras mostraram-se conhecedoras dos conceitos e significações mais contemporâneos das práticas de linguagem divulgadas durante situações comunicativas vivenciadas no Proesf e, consequentemente, criticaram as práticas chamadas tradicionais, as quais fundamentaram o seu processo formativo

Abstract: This dissertation has as its object of study the recollections of a group of teachers, regarding reading and writing, teaching and learning, registered in Written Records of Professional Development produced as the final paper in a training course in Education (Proesf), offered to teachers working in preschool and in the first grades of elementary school in the metropolitan region of Campinas. Considered as a discursive genre - that materializes in the form of autobiographical narrative (PASSEGGI, 2003), the Written Records of Professional Development consist of recollections of the historical and sociocultural processes experienced by the authors in different contexts, especially the formative one, associated with a theoretical discussion studied in academia (thus, reading and / or writing). Because recollections carry a high degree of subjectivity and historicity, this research is affiliated to the field of Applied Linguistics and to the bases of qualitative interpretive methodology (MOITA-LOPES, 2006), since these perspectives value the multiple meanings in the data. From an enunciative analysis (BAKHTIN, 1929/1979) of the data, attentive to both the linguistic marks and the enunciative phenomena, we aimed at detecting evidence of these teacher's view towards their processes of reading and writing teaching and learning and also the possible changes of conceptions on the subject, as a result of their participation in Proesf, thus relating the evidence uncovered by the analysis with the traces of the historicity of Portuguese language teaching in Brazil. During data analysis it was possible to capture information about how certain language practices took place in at least three moments in the life trajectories of the authors: in the early scholastic years, in the period that includes high school and teaching and in the one in which they took part in Proesf. Overall, the data indicated that the practices in the teaching and learning of reading and writing which occupied privileged positions in Portuguese language classes still in the 1980s/1990s, period during which the recollections were experienced, were the very traditional ones, consecrated by centuries, such as calligraphy exercises, copying, dictation, sentences formation, reading aloud, teaching of grammar, reading of literary classics followed by some kind of assessment (test or summary), text interpretation exercise out of context. However, we also found evidence that teaching based on a social interactionist conception of language was rising, even though it was in its infancy, and the repercussions of shift of the principles governing the teaching of Portuguese in previous years reached the school. In the process of writing their Written Records, the teachers proved to be acquainted with the more contemporary concepts and meanings of language practices disclosed during communicative situations experienced in Proesf and, consequently, criticized the so-called traditional practices, which founded their formative process
Subject: Memorial de formação
Lingua portuguesa - Estudo e ensino - História
Educadores - Autobiografia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2011
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Caldas-Viudes_LilianKelly_M.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.