Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269602
Type: TESE
Title: Letramentos acadêmicos : (re)significações e (re)posicionamentos de sujeitos discursivos
Title Alternative: Academic literacies : (re)meanings and (re)placements of speech subjects
Author: Pasquotte-Vieira, Eliane Aparecida, 1965-
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: Situada na Linguística Aplicada e com o objetivo de refletir a partir de uma perspectiva discursiva e etnográfica sobre a integração dos sujeitos a práticas letradas acadêmicas, esta tese está fundamentada, por um lado, nas proposições teóricas de Bakhtin (2006 [1929-30]; 2003 [1952-1953]; 1993 [1919-1921]; 1976 [1926]) sobre enunciação, dialogismo, alteridade, construção de sentidos, posicionamentos discursivos, gêneros discursivos e, consequentemente, sobre a relação sujeito e linguagem como um fenômeno social, histórico e essencialmente dinâmico; e, por outro, nos aportes teórico-metodológicos dos "Letramentos Acadêmicos", segundo estudos desenvolvidos ao longo dos últimos 15 anos por autores britânicos, como Lea (1999), Lea & Street (2006 e 1998), Lillis (2008, 2003, 2001 e 1999), Lillis & Scott (2007), Street (2010 e 2009). Dessa maneira, esta tese se constrói segundo uma perspectiva etnográfico-linguística, desenvolvida mais especificamente a partir do que Lillis (2008) tem entendido como "história do texto", ou seja, uma concepção teórico-metodológica que considera simultaneamente para a análise tanto o texto quanto dados de outras naturezas que estão ao redor do texto, num contexto específico que o envolve. Assim, a partir de um estudo de caso, esta tese se constrói sobre uma discussão teórico-analítica que privilegia dados diversificados, provindos de um exame de qualificação de dissertação de mestrado em Agricultura e Ambiente, com o objetivo específico de refletir sobre a "história do texto" da mestranda [S] a partir do processo dialógico que envolveu (a) a versão escrita de sua dissertação entregue para o exame de qualificação, (b) as notas escritas dos professores da banca sobre essa dissertação, (c) os comentários orais dos professores e da mestranda durante o exame de qualificação e (d) os fragmentos extraídos de uma entrevista concedida pela mestranda após o exame. Para investigar essa "história do texto", a análise dos dados ocupou-se de três categorias para sua delimitação: (i) os posicionamentos sócio-históricos ocupados pelos sujeitos ? no sentido bakhtiniano ? no momento em que o exame de qualificação ocorreu, (ii) as interlocuções e (iii) as relações de poder ali estabelecidas. Verificou-se que o diálogo ocorrido durante o exame de qualificação constituiu-se num importante processo de negociação que, através da alteridade, levou a mestranda a (re)significações sobre a prática acadêmico-científica de escrita da dissertação de mestrado e a (re)posicionamentos como um sujeito discursivo. A conclusão é de que esse processo dialógico de negociação é fundamental às práticas letradas acadêmicas, as quais emergem bem mais de sujeitos discursivos do ponto de vista bakhtiniano do que de sujeitos envolvidos apenas com o desenvolvimento de habilidades de escrita ou com a socialização do saber acadêmico. Esta tese busca, dessa forma, contribuir com os estudos dos Letramentos Acadêmicos à medida que, por esse prisma, é possível deslocar o discurso do déficit e da crise da escrita existente nas esferas acadêmicas para uma perspectiva que toma os letramentos acadêmicos como práticas letradas situadas socioculturalmente e, por isso, sempre demandam processos de integração segundo uma perspectiva discursiva e de negociação dialógica

Abstract: This thesis is situated in Applied Linguistics and reflects from a discursive and ethnographic perspective on the integration of subjects in academic literacy practices. For this reason, this work is founded, on the one hand, on Bakhtin¿s concepts (2006 [1929-30], 2003, [1952-1953], 1993 [1919-1921], 1976 [1926]) of enunciation, dialogism, process of meaning, speech subjects, speech genres, and consequently on the relationship between subjects and language as a social, historical and dynamic phenomenon. On the other hand, this work is developed on the basis of the theoretical and methodological contributions from the "Academic Literacies" studies, which have been conducted over the past 15 years by British authors as Lea (1999), Lea & Street (2006 and 1998), Lillis (2008, 2003, 2001 and 1999), Lillis & Scott (2007), Street (2010 and 2009). Hence, this thesis is underpinned by a linguistic ethnographic perspective, based more specifically on what Lillis (2008) has understood as "text history", that is, a theoretical and methodological framework for the simultaneous analysis of the text and of other data from the situated context "around the text". As a case study, this thesis is founded on a theoretical and analytical discussion that emphasizes diversified data stemming from a qualifying exam of a masters dissertation in Agriculture and Environment, with the specific aim to reflect on the "text history" of the masters student [S], across the dialogic process involving (a) the written version of her dissertation for the qualifying exam, (b) the written notes from the professors of the Qualifying Committee on this dissertation, (c) the oral comments from the professors and [S] during the qualifying exam and (d) extracts from the interview with [S] after the exam. For the investigation about this "text history", the data analysis has focused on three categories: (i) the socio-historical placements of the subjects ? in Bakhtin¿s sense of the term ? during the qualifying exam, (ii) the interlocutors in dialogue, and (iii) the power relations established among the subjects in the place and time in which the dissertation qualifying exam took place. It was found that dialogue during the qualifying exam constituted an important negotiation process because, through the alterity, [S] was building her (re)meanings on the academic-scientific practice of writing of the masters dissertation and her (re) placements as a speech subject. The conclusion is that the dialogic process of negotiation is crucial to academic literacy practices because these practices emerge more from speech subjects from the Bakhtin¿s viewpoint, than of subjects that have worked only with writing skills or socialization of academic knowledge. Thereby, this thesis aims to contribute to Academic Literacies studies considering that the dialogic perspective is able to move the debate about the writing deficit and the writing crisis in the academic spheres to a place where academic literacies have been taken as socially and culturally situated practices. These practices require constant processes of integration according to a discursive perspective and dialogic negotiation
Subject: Letramento - Estudo e ensino (Superior) - Brasil
Generos discursivos
Dialogismo
Sociolinguística
Redação acadêmica
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Pasquotte-Vieira_ElianeAparecida_D.pdf3.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.