Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269599
Type: TESE
Title: Relações dialógicas em narrativas
Title Alternative: Dialogic relationships in narratives
Author: Maciel, Lucas Vinicio de Carvalho, 1983-
Advisor: Fiad, Raquel Salek, 1948-
Abstract: Resumo: As relações dialógicas, fenômeno constitutivo da linguagem, podem se apresentar dediversas maneiras, como pretendo mostrar ao analisar algumas redações confeccionadas no âmbito do vestibular Unicamp. Os textos examinados e empregados para exemplificação dos pontos debatidos provêm de um corpus de pesquisa constituído por 111 redações de tipologia textual predominantemente narrativa (MARCUSCHI, 2002). São redações eleitas pela Comissão Permanente para o Vestibular Unicamp como as que melhor atenderam à proposta de escrita da "narração". Na investigação empreendida, ancorei-me em reflexões do Círculo de Bakhtin, especialmente expressas nas obras Problemas da poética de Dostoiévski (BAKHTIN, 1929/1963) e Marxismo e filosofia da linguagem (BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 1929), a partir das quais proponho analisar as relações dialógicas considerando os seguintes aspectos: (i) as díspares amplitudes do diálogo (microdiálogo, diálogo composicionalmente expresso e grande diálogo); (ii) os diversos modos de orientação da palavra; (iii) as distintas unidades composicionais do discurso (autoenunciação do herói, discurso do narrador, diálogo entre as personagens); (iv) os diferentes tipos e variantes de discurso por meio dos quais se textualizam os vínculos dialógicos. Na apreciação desses aspectos, por vezes, recorro a exemplos de autores literários, sobretudo a Dostoiévski, a fim de cotejar as explanações do Círculo com os exemplos de redações dos vestibulandos. Por esse procedimento se nota como as relações dialógicas podem se assemelhar em função do caráter narrativo tanto das redações como de obras literárias, mas se possibilita também divisar diferenças na composição e no alcance das relações dialógicas, ao se confrontar um gênero curto como a redação com gêneros longos como romances e novelas. Pela análise realizada é destacada uma série de fenômenos relevantes para o estudo das relações dialógicas, ao se explicitar e detalhar, através dos quatro aspectos anteriormente apontados, os vínculos e os embates entre a voz própria e a voz alheia, entre a que cita e a que é citada. Buscando ir além de concepções de "dialogismo" ou de "relações dialógicas" como uma simples referência de um texto a outro, ou de uma voz a outra, o presente estudo também permitiu debater a respeito dos conceitos de "intertextualidade" e de "polifonia" e até mesmo esboçar uma discussão sobre o caráter literário das redações, considerando-se o modo de organização das relações dialógicas nesses textos

Abstract: The dialogic relationships are a language constitutive phenomenon and can be presented through several ways. This will be shown trough some compositions of Unicamp¿s entrance exam. The texts are part of a research corpus constituted by 111 compositions that present in their constitution some predominance of narrative typology (MARCUSCHI, 2002). Those compositions were evaluated and were considered the best ones by the Comissão Permanente para o Vestibular Unicamp (Unicamp¿s Entrance Exam Permanent Commission). The theoretical foundation of this research are Bakhtin¿s Circle reflections, especially those expressed in Problems of Dostoyevsky¿s Poetics (BAKHTIN, 1929/1963) and Marxism and Philosophy of Language (BAKHTIN/VOLOCHÍNOV, 1929). Based on these bakhtinian texts, the dialogic relationships will be examined through the following aspects: (i) the dialogue amplitudes (microdialogue, compositionally expressed dialogue and great dialogue); (ii) the orientation of the word in its various ways; (iii) the different compositional units of the discourse (the hero self-enunciation, narrator¿s discourse, dialogue between the characters); (iv) the different types and variants of discourse. In the analysis, examples of Dostoyevsky and other authors are compared with the students¿ compositions to show how the dialogic relationships can be similar on both students¿ texts as well as in the literary works. Through this comparison, it was possible to see the differences in the organization of the dialogic relationships, while comparing a short genre such as a composition with long genres as a novel. The four aspects previously indicated allow us to see and detail several phenomena of dialogic relationships, of connections and collisions between oneself voice and the voice of other, the voice that cites and the one that is cited. This thesis demonstrates that the conception of "dialogism" or "dialogic relationships" is more than one simple reference of a text or a voice to another text or another voice. Thereby, this study also leads us to rethink the concepts of "intertextuality" and "polyphony" and yet to discuss the literary features of the compositions, in which dialogic relationships are similar to literary texts
Subject: Bakhtin, M. M. (Mikhail Mikhailovitch), 1895-1975
Dialogismo
Exame vestibular - Redação
Narrativas
Dostoiévski, Fiódor, 1821-1881
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2014
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Maciel_LucasViniciodeCarvalho_D.pdf2.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.