Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269594
Type: TESE
Title: De big bangs a buracos negros no universo da tradução no Brasil : um estudo sobre o papel da terminologia na pratica tradutoria e na formação de tradutores
Author: Araujo, Luzia Aparecida de
Advisor: Ottoni, Paulo, 1950-2007
Ottoni, Paulo Roberto
Abstract: Resumo: Esta tese se propõe a explorar o papel da terminologia na prática tradutória e na formação de tradutores no Brasil. Conforme aqui argumentado, a terminologia desempenha um importante papel no âmbito da produção e recepção de traduções, seja enquanto jargão e como atividade voltada para a identificação, compilação e recuperação dos termos característicos de uma determinada área. Todavia, sua relevância parece ainda não ter sido devidamente reconhecida no universo tradutório em nosso país, onde é raro, por exemplo, encontrarmos fontes terminológicas de auxílio à tradução em português brasileiro. Além disso, a terminologia raramente figura como disciplina oferecida nos cursos de formação de tradutores e estudos teóricos sobre suas relações com a tradução são praticamente inexistentes. No atual universo tradutológico brasileiro, a terminologia parece ainda não ter suas fronteiras claramente demarcadas nem sua importância plenamente reconhecida. Nossa exploração inicia-se com a releitura da recepção polêmica de Uma breve história do tempo - do big bang aos buracos negros, de Stephen Hawking. Nessa releitura, são detectados os buracos negros da terminologia enquanto jargão na prática tradutória. Ainda no âmbito da prática, uma investigação mais abrangente é realizada objetivando traçar o perfil atual de um grupo de tradutores e tradutoras com relação a linguagens de especialidade, à utilização de recursos terminológicos e à padronização ou normalização terminológicas. Paralelamente, são detectados buracos negros na formação profissional, por meio da análise de alguns cursos de tradução no Brasil assim como do perfil discente e docente em relação à sua abordagem da terminologia. O perfil dos cursos locais é comparado ao de cursos de formação similar no Reino Unido e República da Irlanda, por meio de análise curricular. Num segundo momento, constatamos uma falta de ressonância da crítica especializada sobre edições subseqüentes daquela tradução como também das transformações pelas quais tem passado a realidade profissional sobre o meio acadêmico. Procurando identificar as matrizes teóricas que sustentam os buracos negros da terminologia no universo da tradução, repassamos a breve história dos estudos dessas disciplinas, através de um percurso enfocando as diferentes abordagens teóricas ao longo de seu desenvolvimento, e tentando identificar singularidades que as aproximam. A partir de uma perspectiva pós-estruturalista de tradução e terminologia, procuramos iluminar os buracos negros para melhor compreender sua formação, cujos efeitos se fizeram plenamente visíveis em Uma breve história do tempo. Centralizando o foco na problemática da formação profissional, são apresentadas algumas diretrizes e subsídios que, esperamos, possam contribuir para o big bang de um novo universo tradutório, onde a importância da terminologia esteja plenamente refletida

Abstract: This research work aims at exploring the role of terminology in translating and translator training in Brazil. As we shall argue, terminology plays an important role in the production and reception of translated works, either as a specialised jargon or as the act of identifying, compiling and retrieving termsfeaturing specialised domains. However, that role has not been fully acknowledged in our universe of translation, where translation-oriented terminology tools bearing Brazilian Portuguese are hard to find Similarly, terminology has seldom figured among the disciplines offered as part of a would-be translator study programme, nor has its relationship with translation deserved a careful theoretical investigation. As an attempt to fill out this gap, this study looks at the way terminology has been approached within two galaxies of our translation universe, the galaxy of practising and the galaxy of training. It starts by analysing the Brazilian rendering of Stephen Hawking's A brief history of Time ¿ from the Big Bang to black holes, and its polemic reception. Afurther investigation is carried out by means of a questionnaire application aiming at outlining the present profile of a group of 36 in-house and freelance translators with respect to their dealing with terminology, both as a product, or specialised jargon, and as a process, or activity inherent to their practice. Secondly, an attempt is made to outline the current profile of 126 would-be translators and 17 lecturers with respect to their dealing with terminology in the scope of professional training. As a supplement to this profile, the syllabus of eight Brazilian translator training programmes are analysed and later compared to nine similar ones offered in Great Britain and Ireland In our analysis we have found black holes of terminology as a specialised jargon in the translating process of Hawking's work, which have lead to its complete rejection ampng the scientific community. By outlining the translator's profile, we have found black holes of terminology in terms of a lack of a coherent methodology as well as appropriate tools for terminology management. Results have also shown similar black holes in our current translator training scenario as my analysis suggests that our programmes fail to provide students with an appropriate training towards fulfilling the present demands of a translator's professional reality in sofar as terminology issues are concerned " In our attempt to shedding some light into the black holes previous/y detected, we have looked at the brief theoretical history of translation and terminology andfound out afew singularities shared by both disciplines. We have also found out that some contemporary theories, mainly the ones inspired by post-structuralist ideaIs, could help usfinding alternatives to reduce the effects of those black holes. We then focused our attention on the galaxy of professional training, and devised a set of guidelines to syllabus design that we expect may contribute to the birth of a new translation universe in which the role of terminology can be fully acknowledged.
Subject: Tradução e interpretação
Terminologia
Tradutores
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2001
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Araujo_LuziaAparecidade_D.pdf42.85 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.