Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269586
Type: TESE
Title: Entre tradução, psicanalise e desconstrução : o intervalo anassemico
Author: Ferreira, Regina Maria Fonseca
Advisor: Ottoni, Paulo, 1950-2007
Ottoni, Paulo Roberto
Abstract: Resumo: Esta dissertação reflete sobre o entrelaçamento de quatro textos: Vocabulaire de la Psychanalyse (Vocabulário da Psicanálise), de Laplanche e Pontalis (2001); L 'Écorce et lé Noyau (A Casca e o Núcleo), de Nicolas Abraham (1995); Moi ¿ la psychanalyse (Eu- a psicanálise), de Jacques Derrida (2000); e Ensaio sobre a criação teórica em psicanálise, de Fábio Landa (1999). A análise destes textos permitiu-me concluir que há uma convergência de reflexão que aproxima psicanálise e tradução. Por um lado, Abraham concebeu o conceito da anassemia, que descreve a produção de significado, no campo da psicanálise, concentrada no intervalo entre o consciente e o inconsciente.Ele chegou a este conceito após uma leitura psicanalítica do Vocabulaire de Ia Psychanalyse,o que o levou a detectar um movimento de tradução que ocorre primeiro dentro de uma determinada língua e, então, entre línguas. Por sua vez, Derrida abraça o texto de Abraham e transforma o evento da anassemia em tradução anassêmica, a que ocorre já dentro do próprio texto na língua em que foi concebido e também entre o texto de partida e o texto de chegada. Neste sentido, a produção de significado ocorre no intervalo entre as duas línguas e este intervalo produz negociação e contaminação de significância, reconhecendo,também, a diferença e a alteridade. Com base nesta convergência, concluí, em primeiro lugar, que a noção do "entre", do in between, de Derrida, aborda a tradução como um evento anassêmico, levando em consideração a linha de reflexão psicanalítica de Abraham. Posteriormente, concluí que, embora Derrida aparentemente jamais tenha voltado a mencionar o termo anassemia em seus texto spublicados após o Moi ¿ la psychanalyse, ainda há "sintomas"da anassemia em sua obra, como na noção da différance e do doublé bind, na abordagem do "Eu" [Moi] da psicanálise e na forma com que Derrida declara escrever para seus tradutores e para ser traduzido, colocando-se em um intervalo de negociação e contaminação, no próprio intervalo anassêmico

Abstract: Not informed.
Subject: Abraham, Nicolas, 1919-
Derrida, Jacques, 1930-2004
Tradução e interpretação
Psicanálise
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2002
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Ferreira_ReginaMariaFonseca_M.pdf2.54 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.