Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269572
Type: TESE
Title: O efeito retroativo da prova de ingles do vestibular da Unicamp na preparação de alunos em um curso preparatorio comunitario
Author: Correia, Rosane Martins Duarte
Advisor: Scaramucci, Matilde V. R., 1951-
Abstract: Resumo: Efeito retroativo é um conceito popular em Lingüística Aplicada há vários anos. A maioria dos estudos tem como foco principal a influência dos exames no ensino de LElL2, porém, poucos estudos têm enfocado as percepções, atitudes e motivações dos alunos em relação à LE e exames. O presente estudo visa preencher essa lacuna. É uma pesquisa de natureza qualitativa e exploratória, cujo objetivo é investigar as percepções dos alunos de um curso preparatório comunitário na cidade de Campinas sobre a prova de LE do vestibular da Unicamp e o efeito retroativo que ela exerce na preparação desses alunos para o exame. A escolha desse contexto escolar é de especial relevância, pois trata-se de um projeto educacional sem fins lucrativos, cujo objetivo é dar oportunidades, através de bolsas de estudos e mensalidades mais baixas do que o mercado, a alunos de baixa renda de forma a terem um ensino de qualidade para que possam concorrer a uma vaga na Unicamp e nas demais universidades públicas. Os dados foram obtidos através de instrumentos variados, que incluem: um questionário (respondido por sessenta e cinco alunos), uma entrevista (com dez alunos) e observações de sala de aula de duas professoras, a fim de aprofundar o entendimento sobre a influência do exame em sua prática de ensino. As professoras também responderam a um questionário sobre sua experiência profissional, concepção de leitura em LE e concepção do exame. A entrevista com as professoras teve por objetivo esclarecer informações das respostas ao questionário e entender a razão de certas atividades propostas em aula. Foram também analisados documentos sobre o exame de vestibular da Unicamp, questões de exames passados e o material didático utilizado na escola. Os resultados do presente estudo confirmam as pesquisas anteriores de que o efeito retroativo do exame não é determinista, ou seja, ele tem impacto na preparação de alguns alunos, mas não de todos. Embora muitos dos alunos tenham demonstrado ter conhecimento do que a prova de inglês da Unicamp avalia, eles declararam se preparar da mesma maneira que para outros vestibulares de universidades públicas do país, que priorizam a gramática em suas provas. Notou-se também que menos da metade dos alunos demonstrou autonomia para buscar materiais extra-classe e maiores esclarecimentos sobre o exame, dependendo, portanto, das professoras para a orientação sobre a prova e preparação para ela. Esse resultado corrobora estudos anteriores, cujos resultados demonstraram que o ensino pode potencializar esse efeito, uma vez que as percepções, atitudes dos alunos e sua preparação parecem depender do professor e de seu ensino. Além disso, embora as professoras tivessem declarado conhecer a concepção de leitura da prova de inglês da Unicamp e reconhecer a influência do exame no conteúdo das aulas e material didático utilizado, elas faziam uso de tradução e liam os textos em voz alta, práticas não condizentes com o ensino de leitura como construção de sentidos que fundamenta o exame em questão. Portanto, apesar de o exame da Unicamp ter sido implementado há quase duas décadas, não conseguiu mudar a concepção de leitura das professoras participantes. Os resultados desse estudo demonstram que os cursos de Letras deveriam conscientizar os futuros professores da importância de preparar seus alunos para leitura como prática social

Abstract: The concept of washback has been very popular in Applied Linguistics for many years. Most studies have concentrated on the influence of tests on teaching EFUESL. However, only a few have focused on the perceptions, attitudes and motivations of students in relation to the foreign language and the exams themselves. This research is an exploratory qualitative case study which aims at investigating the impact of the English test of the entrance examination administered by the State University of Campinas on the perceptions and attitudes of students preparing for the exam. The study triangulates information collected from different methods: questionnaires/interviews with the students and teachers of a community preparatory course and cIass observations. Documents that provide information about the exam, the material used by the students during the class observations and the questions of the 2001 English tast were also analyzed. Impacts of different intensities were observed: the exam had impact on the preparation of some students but not on others, which may be considered as evidence that the effect of the exam is not deterministic
Subject: Língua estrangeira
Leitura - Avaliação
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2003
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Correia_RosaneMartinsDuarte_M.pdf3.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.