Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269534
Type: TESE
Title: Serafim Ponte Grande : estrutura literaria e dimensões ideologicas
Author: Farinaccio, Pascoal
Advisor: Boaventura, Maria Eugenia, 1947-
Boaventura, Maria Eugenia da Gama Alves, 1947-
Abstract: Resumo: Esta dissertação visa a esclarecer o estatuto ficcional do romance invenção Serafim Ponte Grande, de Oswald de Andrade. A análise está voltada, sobretudo, para as questões da estrutura e da ideologia do texto, constitutivamente polêmico. A recepção crítica de Serafim evidencia divergências quanto ao seu valor artístico. Mostra-se, aqui, como o critério nacionalista aplicado à ficção oswaldiana resultou ineficaz. Os estudos de Antonio Candido e Haroldo de Campos são destacados, por outro lado, tendo-se em conta o papel do leitor na constituição e valoração da estrutura literária, mediante o efeito estético diferenciado motivado pelo texto. A revolução da forma romanesca produz uma perspectiva original a partir da qual o autor tematiza o problema da revolução social brasileira. Essa matéria é referida, no segundo capítulo, à noção de malandragem e à Antropofagia de 1928, o que serve para descrever os impasses ideológicos embutidos no projeto afirmado de emancipação sociocultural do país. Aborda-se com maior cuidado, no terceiro capítulo, a questão do fragmentarismo da prosa. A mobilização do fragmento torna Serafim esquivo às classificações de gênero ("não-livro"?) e, vigorosamente polissêmico, problemático no que se refere à fixação de seu sentido (o desconstrucionismo e a antropologia literária de Wolfgang Iser oferecem o campo teórico para situar a discussão). O "desnudamento do processo", que tão fortemente caracteriza o Serafim é analisado, na seqüência, como um modo de assunção radical da ficcionalidade literária, a que se associa a reflexão do autor sobre a especificidade da cultura brasileira e latinoamericana. Nas considerações finais, chama-se a atenção para as relações contraídas entre a linguagem experimental promovida pelos modernistas e o ensaísmo sociológico de 1930; ao mesmo tempo, tenta-se situar o legado oswaldiano numa esfera mais ampla de nossa tradição cultural

Abstract: Not informed.
Subject: Andrade, Oswald de, 1890-1954
Modernismo - (Literatura brasileira)
Teoria literaria
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Farinaccio_Pascoal_M.pdf35 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.