Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269505
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Individualidade e escolarização : estilos em conflito. Analise de dados singulares
Author: Vidon, Luciano Novaes
Advisor: Mayrink-Sabinson, Maria Laura Trindade, 1945-
Mayrink-Sabinson, Maria Laura T.
Abstract: Resumo: O presente trabalho teve como principal objetivo discutir a questão da individualidade na aquisição da escrita e do papel do outro na constituição dessa individualidade. Para isto, tomaram-se como dados, constituindo-se um corpus longitudinal, textos escritos por um sujeito nos momentos iniciais de aprendizado de uma representação escrita para a linguagem verbal. Os textos escolhidos para serem analisados foram aqueles em que poderiam ser encontradas, de alguma forma, tentativas de argumentação. A razão principal desta escolha se deve ao fato de estes textos, nos momentos iniciais de escrita de alunos do ensino fundamental, não serem muito trabalhados pela escola, pelo menos comparando-os ao trabalho realizado com os textos do tipo narrativo-literário, lidos e produzidos, freqüentem ente, neste momento. O exame do corpus foi de cunho qualitativo, interessando, especialmente, a análise do dado singular, capaz de iluminar aspectos muito particulares de certos processos, como os de aquisição da escrita e constituição do estilo. Fundamentado numa concepção sócio-histórica de linguagem, concebendo o estilo como marca de trabalho do sujeito, refletindo um processo de escolhas, e entendendo a enunciação como um processo, essencialmente, interlocutivo, em que há produção de linguagem e constituição de sujeitos, tentou-se, basicamente, refletir sobre o papel da escolarização formal na constituição da individualidade ou de uma autonomia na hora de o sujeito escrever um texto

Abstract: The main objective of this dissertation is to discuss the question of individuality in language acquisition and the other's constitutive role in it. Data were taken from a longitudinal corpus of texts written by one subject, at different moments during elementary school, learning a written representation of the spoken language (Portuguese). The texts analized were those in which there was some kind of attempt to construct an argument, a form of discourse not specifically taught in elementary school. Analysis was qualitative rather than quantitative, centered on singular data which would clarify certain very particular processes such as the acquisition of written language and the constitution of written style. Conceiving style as subject's work with/on language that reflects a process of choices visible through indicia present in texts, along with understanding enunciation as an essentially interlocutive process, in which there is production of language and the constitution of language subjects, we discuss the role of formal education/schooling in the constitution of individuality and authonomy in text production within a social-historical conception of language
Subject: Escrita
Língua portuguesa - Estilo
Análise do discurso
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 1999
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Vidon_LucianoNovaes_M.pdf3.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.