Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269480
Type: TESE
Title: Entre o desejo e a necessidade de aprender linguas : a construção das representações de lingua e de aprendizagem do aluno-professor de lingua inglesa
Title Alternative: Between the desire and the need for learning languages : the construction of English teacher representations about language and learning
Author: Andrade, Eliane Righi de
Advisor: Coracini, Maria José Rodrigues Faria, 1949-
Abstract: Resumo: Este trabalho pretende identificar e discutir as representações de língua e de ensinoaprendizagem de línguas (principalmente do inglês), que emergem no dizer dos professores em formação. Tendo como base teórica, principalmente, conceitos da psicanálise e do discurso, além dos estudos foucaultianos sobre a produção da subjetividade, propomos analisar recortes discursivos selecionados a partir de entrevistas orais com alunos-professores de um curso particular de licenciatura dupla (português/inglês), buscando, na materialidade lingüística e nas formações inconscientes que nela extravasam, indícios da constituição do imaginário desses alunos-professores sobre a língua estrangeira e sobre o ensino-aprendizagem dessa língua, os quais podem apontar traços da constituição de sua subjetividade e de sua identidade. Acreditamos que, embora os professores em formação tendam a encarar a língua estrangeira e seus processos de ensino-aprendizagem de modo instrumental, formalista e mercantilista, o contato e a aprendizagem de uma língua podem alterar sua identidade e constituir um modo singular de ensinar e aprender línguas. Considerando, ainda, que a identidade é um processo em construção e que a produção da subjetividade é condicionada pela História e pelas relações de poder que se estabelecem entre as pessoas, coisas e tecnologias, as representações estudadas revelam alguns aspectos dos modos atuais em formação da subjetividade, tais como o apelo ao consumo, às tecnologias de ensino e aos discursos hegemônicos de língua e de ensino-aprendizagem. Tais aspectos revelam a primazia da ordem do imaginário e o enfraquecimento do simbólico na atual constituição psíquica do sujeito. Ainda assim, é possível perceber, na narrativa dos alunos-professores, momentos de confusão entre a língua dita materna ou estrangeira, que sugerem um lugar diferente ocupado por elas em sua subjetividade, estabelecendo uma relação não só com as demandas do sujeito, mas também com seu desejo. Essas mudanças contribuem para a ruptura de modelos de ensino-aprendizagem baseados apenas na repetição e no imaginário e para um olhar diferenciado sobre as línguas e seu estudo.

Abstract: This work intends to identify and discuss the representations of foreign languages (mainly English) and of their teaching-learning processes, which emerge from the utterance of future language teachers. Based mainly on some psychoanalytical and discoursive concepts as well as Foucault's studies concerning governmentality and the production of subjectivity by different discourses, we propose to analyse oral interviews carried out with some future language teachers (English/Portuguese), from a private college course, trying to identify, through linguistic materiality, elements involved in the constitution of their imaginary about language and about teaching-learning practice, as well as fragments of their unconscious formations, which can reveal some aspects of their subjectivity. We suppose that, in spite of the fact that those student teachers tend to consider foreign language from an instrumental, formalistic and mercantilistic point of view, the involvement with the foreign language can cause effects on their identity which could change the way they face language itself and the teaching-learning process. Considering that the production of the subjectivity is conditioned by History and by power relations produced by people, objects and techniques, and that identity is an ongoing process, the representations studied show some aspects of these student teachers' subjectivity produced by the context of (pos-) modernity, emphasizing the consumerism, technological resources and hegemonist methodological discourses of language teaching-learning process. These aspects mark the primacy of the imaginary order and the decadence of the symbolic one on the actual psychical constitution. Nevertheless, the speech of student teachers also reveals moments of confusion between mother tongue and foreign languages, suggesting a different involvement with languages as well as different places that these languages can occupy in their identity, related not only to needs but also to desire. These changes produce a peculiar way of facing languages, which can contribute to study them in a different way and surpass the repetition in teaching-learning models at school.
Subject: Representações
Subjetividade
Língua inglesa - Estudo e ensino
Formação de professores
Desejo
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2008
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Andrade_ElianeRighide_D.pdf1.62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.