Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269443
Type: TESE
Title: A tarefa 'dictogloss' : aspectos cognitivos e interacionais
Title Alternative: The dictogloss task : cognitive and interacional aspects
Author: Armentano, Ana Luiza Teixeira, 1958-
Advisor: El-Dash, Linda Gentry, 1946-
Abstract: Resumo: Esta pesquisa partiu da nossa observação que muitos aprendizes apresentam fluência, mas não precisão lingüística, em seu desempenho em contexto de aula comunicativo de inglês de nível intermediário como LE. Uma alternativa encontrada na literatura de ASL para promover a precisão lingüística é o uso de tarefas que promovam o esforço cognitivo de produzir e refletir sobre a produção, estendendo e indo além do nível de competência real do aprendiz, ou seja, uma produção mais exigente (pushed output) (Swain, 1985, 1995). A reflexão sobre a produção (output) pode estimular o aprendiz a perceber (notice) formas lingüísticas e fazer uma comparação cognitiva entre as formas de sua interlíngua e as formas de L2/LE (notice the gap), o que pode facilitar a re-estruturação de interlíngua. Nosso objetivo nesta pesquisa é investigar a tarefa dictogloss pelo seu potencial em promover uma produção mais exigente. Para tal levamos em conta aspectos cognitivos e interacionais. Sob a perspectiva cognitiva, nos apoiamos nos estudos sobre tarefas de Skehan (1996, 1998), o modelo de processamento de insumo de VanPatten (1996, 2002), a Hipótese da Produção de Swain (1985) e as diferenças individuais segundo Robinson (2002, 2005). Sob a perspectiva sócio-cultural, levamos em conta o construto do diálogo colaborativo de Swain (2000) e os padrões de interação de Storch (2002). Os instrumentos de pesquisa foram um mini-questionário, uma tarefa dictogloss, cujos procedimentos foram adaptados de Wajnryb (1990), e entrevistas semi-estruturadas com os sujeitos. Cinco pares de alunos universitários do nível intermediário de um centro de línguas de uma universidade pública paulista fizeram parte da pesquisa. Sem a intervenção da pesquisadora, as duplas reconstruíram uma passagem escutada por três vezes. Após a reconstrução em pares, os sujeitos receberam o texto por escrito e compararam as suas versões com a do original. Todas a interações foram gravadas em áudio. Dentre os aspectos cognitivos, os resultados das análises apontam para a complexidade da tarefa implementada em termos do código lingüístico, processamento cognitivo e o stress comunicativo. Observa-se que alguns pares abordaram a tarefa focando mais no significado eoutros na forma, sugerindo um efeito trade-off nos recursos de atenção. Nota-se grandes diferenças individuais entre os sujeitos, entre elas o nível de proficiência e habilidades cognitivas dos sujeitos, tais como a aptidão para notice the gap. Dentre os aspectos interacionais, constatamos que o padrão colaborativo prevalece nas interações, mas que com o decorrer da tarefa, algumas interações mudam para os padrões dominante/passivo, e outras para o padrão dominante/dominante, com alguns momentos de conflito. O diálogo colaborativo gerou construção de conhecimento nos padrões colaborativos mas demonstrou seus limites em outros padrões de interação, como no menos experiente/menos experiente, não geralmente relatado na literatura. Os depoimentos dos sujeitos sugerem que esses perceberam a complexidade da tarefa, mas que a consideram de potencial utilidade para a aprendizagem. Além disso, relataram que o trabalho em pares foi positivo

Abstract: In our teaching practice and within a communicative-oriented instruction of intermediate levelleamers of English as a foreign language, we have noticed that many leamers become fluent but lack accuracy. It has been suggested in SLA that in order to promote accuracy certain kinds of tasks can be used: those that encourage pushed output, defined as the cognitive effort to produce and reflect on production, stretching and going beyond the actual competence of the leamer. This reflection on production may encourage the leamer to notice linguistic form and make cognitive comparisons between their interlanguage form and the L2 form, i.e., notice the gap, which may encourage the restructuring of the interlanguage. Bearing this in mind, this research was designed to investigate cognitive and interactional factors involved in the implementation of the pedagogical task known as dictogloss. Five dyads of college students attending an intermediate leveI course in a language center in a state university in the state of São Paulo in Brazil took part of the experiment. The interaction of the dyads was audiotaped as they carried out the task. It required them to listen, take notes, and produce a written reproduction of the oral text with their partners. After that they received a copy of the written text, and went on to compare and notice differences between their versions and the original. From a cognitive perspective, the theoretical background comes from task-based research of Skehan (1996, 1998), the modeI of input processing of VanPatten (1996, 2002), the Output Hypothesis of Swain (1985, 1995) as well as the investigation of individual differences of Robinson (2002, 2005). From a socio-cultural perspective, the theoretical background comes from the collaborative dialogue proposed by Swain (2000) and the interaction pattems by Storch (2001, 2002). From a cognitive perspective, the findings suggest that the high complexity of the task produced a trade-off effect in attentional resources: attention was either allocated to the meaning or to the formoThe oral comprehension and production and the written comprehension and production revealed individual differences in the subjects' cognitive abilities, such as noticing the gap. From a socio-cultural perspective, the collaborative pattem of interaction prevails, but over time, some of the pairs changed to other pattems such as dominant/passive and dominant/dominant, indicating some conflict in their interactions. The collaborative dialogue shows the co-construction of knowledge, but this does not take place in all interaction pattems, such as novice/novice, which is rarely discussed in the literature. In follow-up interviews, the subjects reported that they found the task complex but useful and that working with a partner helped them perform the task
Subject: Língua estrangeira - Estudo e ensino
Língua inglesa - Gramática
Interação
Pesquisa - Ação - Metodologia
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Armentano_AnaLuizaTeixeira_M.pdf24.15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.