Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269440
Type: TESE
Title: Percepções de alunos e professores de ILE sobre aprendizagem de vocabulário : um Estudo Q
Title Alternative: Perceptions of EFL students and teachers on vocabulary learning : a Q Study
Author: Nogueira, Alessandra Sartori, 1975-
Advisor: El-Dash, Linda Gentry, 1946-
Abstract: Resumo: A finalidade deste estudo é investigar as percepções de alunos e professores de inglês como língua estrangeira (ILE) sobre o processo de aprendizagem de vocabulário. Nosso interesse por vocabulário é direcionado pela importância que vem recebendo nas últimas décadas, depois de um longo período de negligência. Assumindo que a exposição à língua-alvo promove a aprendizagem, buscamos compreender como essa exposição é aproveitada, do ponto de vista dos participantes. Para o estudo de percepções, encontramos na Metodologia Q a ferramenta adequada. Definida como um método para o estudo científico da subjetividade, a metodologia caracteriza-se por um conjunto de procedimentos que revelam os perfis existentes na comunidade investigada, agrupando os participantes de acordo com os pontos de vista que compartilham. Esses procedimentos incluem: (1) levantamento do Universo de Ideias, que são opiniões diversas sobre o assunto de interesse; (2) seleção de assertivas retiradas do Universo de Ideias; (3) apresentação das assertivas aos participantes, para que as distribuam num tabuleiro de acordo com o grau de concordância, distribuição esta chamada Classificação Q; (4) digitação dos dados em um software para análise estatística; (5) análise qualitativa interpretativista dos perfis revelados pela análise estatística. Para este estudo, o Universo de Ideias foi constituído por entrevistas individuais e grupos focais, conduzidos com professores e alunos, do ensino superior e médio públicos. Do Universo de Ideias, foram selecionadas 52 assertivas. A Classificação Q contou com a participação de 30 graduandos de cursos variados de uma universidade pública (todos frequentando algum curso de ILE), 16 alunos do terceiro ano do ensino médio de uma escola pública e 29 professores de inglês de vários segmentos da educação. Para cada uma dessas três comunidades, foi conduzido um Estudo Q separadamente (Q1-Q3). Revelados os perfis pela análise estatística, fez-se uma análise qualitativa levando em conta as concordâncias e rejeições que delineiam um perfil. Para cada perfil, atribuímos uma expressão que resumisse seus interesses mais proeminentes. Os resultados revelaram os seguintes perfis em cada comunidade: alunos universitários (Q1): Foco no Aproveitamento das Oportunidades, Liberdade na Escolha do que Aprender, Foco na Gramática, Foco na Aprendizagem Diretamente na LE sem Uso da LM, Foco no Apoio da LM; alunos do ensino médio (Q2): Foco na Utilidade, Foco na Orientação da Aprendizagem, Foco na Leitura; professores (Q3): Foco na Gramática, Foco na Produção Livre, Foco na Desvalorização da Gramática, Foco na Diversidade. Entrevistas e questionários follow-up foram conduzidos com um representante de cada perfil, para confirmação da análise interpretativista. Um Estudo de Segunda Ordem (Q4), que reúne os dados dos Estudos Q1-Q3, foi realizado, o que permitiu uma comparação das percepções dos alunos com as dos professores. Os seguintes perfis emergiram no Estudo Q4: Foco na Produção, Foco na Liberdade e Foco na Mediação da LM. Neste trabalho, são consideradas questões históricas e sócio-ideológicas que influenciam as percepções dos sujeitos, e são apresentadas implicações para o ensino de ILE

Abstract: This study reports on the perceptions of students and teachers about the acquisition of vocabulary in English as a Foreign Language (EFL). Research in this area has increased in the past decades, although it was long neglected. Assuming that exposure to the target language can lead to acquisition, we seek to understand how this input is used, from the point of view of the participants. Q Methodology was used, as it allows the study of people's perceptions. It consists of procedures that provide the basis for a scientific study of subjectivity. Following the procedures leads to the emergence of a number of factors (points of view) of whatever community is being investigated. These procedures include the following steps: (1) identifying a Concourse of ideas, which consists of a large and diversified sample of opinions about the topic; (2) selecting a sample of statements (called the Q Sample) from the Concourse; (3) having participants sort the statements according to those they most agree and disagree with (the Q Sorting procedure); (4) entering the data for statistical analysis by computer software; (5) performing a qualitative analysis of the factors revealed by the statistical analysis. For this study, the Concourse was taken from statements made by individuals in individual interviews and focal groups composed of teachers and students from the university and high-school level. Fifty-two statements were chosen for the Q Sample. Q sorting was conducted with three communities, the first composed of 30 public university students from a variety of majors (all enrolled in EFL classes), the second composed of 16 public high-school seniors, and the third composed of 29 EFL teachers from various educational contexts. A separate Q Study was performed for each community (Q1-Q3). A qualitative analysis of each factor revealed by the statistical analysis was conducted. This analysis resulted in the assignment of a descriptive expression for each factor that summarizes the most prominent interests of the participants of that factor. The following factors emerged from each community: university students (Q1): Focus on Opportunities, Freedom to Choose What to Learn, Focus on Grammar, Focus on Learning Directly in the FL Without the Use of L1, Focus on the Support Provided by the Use of L1; high-school seniors (Q2): Focus on Usefulness, Focus on Orientation to Learn, Focus on Reading; teachers (Q3): Focus on Grammar, Focus on Uncontrolled Production, Focus on the Rejection of Grammar, Focus on Diversity. Follow-up interviews, based on a pre-prepared questionnaire, were conducted with one member of each factor to confirm our hermeneutic analysis. A Second-Order Study (Q4), which combined the data from the other three studies (Q1-Q3), made it possible to compare the perceptions of the students and teachers. The following factors emerged in the second-order study (Q4): Focus on Production, Focus on Freedom, Focus on Mediation of L1. Our analyses consider historical and socio-ideological issues that influence people's perceptions. Implications of these positions for Applied Linguistics are considered
Subject: Dialogismo
Língua inglesa - Estudo e ensino
Metodologia Q
Língua estrangeira
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2013
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Nogueira_AlessandraSartori_D.pdf1.55 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.