Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269422
Type: TESE
Degree Level: Doutorado
Title: A parafrase como ressonancia interdiscursiva na construção do imaginario de lingua : o caso do Espanhol Riopratense
Author: Serrani, Silvana Mabel, 1955-
Advisor: Orlandi, Eni Puccinelli, 1942-
Orlandi, Eni de Lourdes Pulcinelli
Abstract: Resumo: Nesta tese articulado é o tratamento de dois temas principais. Um deles, de natureza teórica, consiste no reexame à luz dos desenvolvimentos recentes da Análise do Discurso, problemática da paráfrase, em sua relação com a configuração do registro imaginário. O outro tema, de abordagem predominantemente analítica, é o estudo da discursividade da polêmica sobre a lingua acontecida na região do Rio da Prata no momento em que se consolidou o projeto organizativo da nação argentina. Neste o estudo, analisando especificamente o papel da parátrase na configuração do imaginário de lingua, focaliza-se como se processa o fenomeno da enorme imigração européia que teve lugar na época. Partindo da distinção dos processos parafrástico e polissémico, destacada por E. Orlandi como sendo o fundamento da producão de linguagem, é apresentada a proposta de conceber a paráfrase como ressonância interdiscursiva de significação, que tende a construir a realidade (imaginária) de um sentido. Para explicar seu funcionamento no discurso, propõe-se a elaboração de esquemas interdiscursivos de repetibilidade (EIR) , que dizem respeito as ressonancias construidas em torno de unidades especificas -tais como frases nominais ou itens lexicais- e de modos de dizer. A hipótese geral que norteia o trabalho está baseada nas noções de contradição intrinseca, derivada e extrinseca, conforme entendidas por M. Foucault. Essa hipotese afirma que os EIR do saber da formação discursiva oligárquica formam-se -produzindo um jogo metafórico entre língua e nação- em contradições intrínsecas e derivadas que funcionam apagando/neutralizando a contradição extrinseca fundamental com o saber das formacões discursivas imigrantes. Operando com esses conceitos e ligando-os a recursos metodologicos decorrentes das ações de domínios de memória, de atualidade e de antecipação, é estudado o discurso sobre a língua, na polémica acima referida. As ressonância interdiscursivas são analisadas em torno das frases nominais a cuestión e nustra lengua, dos modos de dizer (a) indeterminado para ações avaliatórias e/ou programaticas, (b) marcado pelo causativismo e (c) de tom casual. A partir da análise, são diferenciadas três modulações na formação discursiva oligarquica argentina. Também são depreendidas consequências sócio-históricas vinculadas à concepção de imaginário de língua

Abstract: Not informed.
Subject: Lingua espanhola - Parafrase
Análise do discurso
Semântica
Language: Português
Editor: [s.n.]
Citation: SERRANI, Silvana Mabel. A parafrase como ressonancia interdiscursiva na construção do imaginario de lingua: o caso do Espanhol Riopratense. 1991. [330]f. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Estudos da Linguagem, Campinas, SP. Disponível em: <http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/269422>. Acesso em: 13 jul. 2018.
Date Issue: 1991
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Serrani, Silvana Mabel.pdf4.48 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.