Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269420
Type: TESE
Title: Fluencia oral : imaginario, construto e realidade num curso de Letras / LE
Author: Silva, Vera Lucia Teixeira da
Advisor: Almeida Filho, José Carlos Paes de, 1948-
Filho, Jose carlos Paes de Almeida
Abstract: Resumo: A presente tese investiga a cognição da fluência em Inglês-LE entre formandos do curso de Letras. Era preciso delimitar os significados de fluência oral compartilhados por alunos e professores e cotejá-Ios com a literatura da área para saber se o curso em foco vem desempenhando a contento o seu papel de formador de professores oralmente fluentes. Para tanto, tomou-se indispensável partir da descrição que diferentes autores fazem de competência comunicativa, de fluência oral e de proficiência oral, tendo ficado clara a dificuldade em se definir tais conceitos. A pesquisa teve caráter etnográfico e foi conduzida numa unidade de uma universidade pública do Estado do Rio de Janeiro voltada exclusivamente para a formação de professores. Os sujeitos da pesquisa foram formandos e professores do referido curso. Da análise dos dados depreende-se que, de fato, os alunos não exibem fluência oral compatível com o que é estabelecido como necessário, e que o curso de Letras em questão não vem cumprindo satisfatoriamente o seu papel de formador de professores oralmente fluentes em Língua Estrangeira (Inglês). Não há preocupação com o desempenho oral, seja no planejamento, seja na prática escolar, o que pode ser atribuído à tradição. Além disso, há o problema da cultura de aprender inglês no Brasil. Imagina-se que aprender inglês é conhecer sua gramática e vocabulário. Assim, se tivermos acesso a essa cultura, é possível encontrar formas de aprimoramento da fluência oral dos alunos não só pela inclusão no currículo de disciplinas que privilegiem atividades orais como também pela adoção de uma metodologia centrada no aluno

Abstract: The present thesis aimed at investigating the cognition of fluency among language students of an undergraduate course in English as a foreign language -EFL. To accomplish this task it was necessary to find out which concepts of oral fluency these students and their teachers shared and compare these concepts with those maintained by established authors in the specialized literature. It was the purpose to find out whether the course was successfully preparing orally fluent professionals. The research had an ethnographic orientation. It was carried out in a public university in the State of Rio de Janeiro. The subjects selected to be interviewed were undergraduate students of the last semester and their professors. The data collected suggest that these students are not orally fluent in English as they were supposed to be. After all, most of them carne to the University after having completed four to seven years of English studies in private language schools, and were at the point of completing the course. The data also suggest that the University is not performing its role satisfactorily. The course emphasizes written and reading practices and gives little or no attention to oral activities and oral assessment, what may be attributed to tradition. Besides ali this, there is the problem of a culture shared by both students and teachers which presupposes that to know a language is to know its grammar and vocabulary. If we access this culture, which belongs to the imagery of students and teachers, we may find a way of enhancing the students' oral fluency by including disciplines privileging oral activities in the curriculum and adopting a student-centered methodology
Subject: Imaginário
Realidade
Competencia comunicativa
Aprendizagem - Avaliação
Lingua inglesa - Estudo e ensino - Estudantes estrangeiros
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2000
Appears in Collections:IEL - Dissertação e Tese

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silva_VeraLuciaTeixeirada_D.pdf6.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.