Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/269322
Type: DISSERTAÇÃO
Degree Level: Mestrado
Title: Contribuições para o desenvolvimento da autonomia de aprendizes de 5ª. serie em escola publica : ensino de lingua inglesa mediado pelo computador
Author: Hatugai, Marcelo Rosa
Advisor: Braga, Denise Bértoli, 1953-
Abstract: Resumo: De acordo com os PCNs (1998), a autonomia é um dos princípios do projeto educativo da escola. Apesar do consenso sobre sua importância, ainda há muita incerteza sobre os meios de implementação da autonomia em sala de aula (BENSON & VOLLER, 1997). Tendo isso em vista, o objetivo desta pesquisa foi investigar como aulas mediadas pelo computador podem promover alunos de 5ª série mais autônomos para a aprendizagem de inglês como língua estrangeira (ILE). Escolhi o computador para o desenvolvimento da autonomia porque, segundo Motta-Roth (2001), o computador pode promover padrões mais ativos de aprendizagem baseados na ¿iniciativa, produtividade e estratégias comunicativas de negociação e sentido¿, ao invés de ¿uma postura passiva de absorção da língua alvo¿. Além disso, minha própria experiência pessoal com o uso do computador para aprender ILE foi bastante positiva. A abordagem do conceito de autonomia englobou a perspectiva filosófica (DWORKIN, 1988; SCHNEEWIND, 1998), psicológica ou educacional (LURIA, 1987) e da lingüística aplicada (BENSON & VOLLER, 1997; BRAGA & RICARTE, 2005;BREEN & MANN, 1997; PAIVA, 2006), sendo que a pesquisa foi marcada por uma mudança conceitual substantiva de uma posição inatista e apriorística kantiana para outra reflexiva e histórico-social. Junto com a mudança conceitual, eu também alterei a abordagem de análise dos dados de um paradigma quantitativo para outro qualitativo. Os resultados apresentados se referem a três grupos distintos de alunos de 5ª série de uma escola pública, que foram investigados em momentos diferentes entre agosto de 2004 e julho de 2005. Os resultados do primeiro grupo apontam para a importância do letramento digital e a ocorrência de três tipos de dificuldades dos alunos: motora, funcional e textual. Os resultados do segundo grupo apontam para a importância de tratar as dúvidas dos alunos de forma mais reflexiva e revelam que a abordagem de análise qualitativa é a mais adequada para avaliar o desenvolvimento da autonomia. Por fim, os resultados do terceiro grupo apontam para o potencial do procedimento de ¿resolução de dúvidas¿ e para os benefícios do uso do computador para o desenvolvimento da autonomia

Abstract: Autonomy is considered a principle of education by the Brazilian Parameters for the School Curriculum (PCNs, 1998). Despite the consensus on the importance of autonomy, there are many uncertainties about its implementation in the classroom (BENSON & VOLLER, 1997). Thus the present research investigates how computer-assisted lessons can develop the autonomy of fifth grade students to learn foreign languages. I chose computer-assisted lessons to develop autonomy because computers can promote more active patterns of learning based on ¿initiative, productivity and communicative strategies of meaning negotiation¿ instead of a ¿passive stance of language absorption¿ (MOTTA-ROTH, 2001). In addition, my own personal experience of using computers to learn EFL has proved positive. My theoretical approach to autonomy encompassed three different perspectives: philosophical (DWORKIN, 1988; SCHNEEWIND, 1998), psychological or educational (LURIA, 1987) and applied linguistics¿ (BENSON & VOLLER, 1997; BRAGA & RICARTE, 2005; BREEN & MANN, 1997; PAIVA, 2006). During the research, I substantially moved from an innate, a priori, kantianian concept to a reflective, socialhistorical concept of autonomy. Along with the conceptual move, I also changed my approach to analysis from a quantitative to a qualitative paradigm. The results presented are related to three different groups of fifth grade students from a state school. These groups were researched at different times from August 2004 to July 2005. The results of the first group showed the importance of digital literacy and the occurrence of three types of difficulties: motor, operational and textual difficulty. The results of the second group showed that the qualitative approach to analysis is the most adequate to evaluate the development of autonomy. They also showed the importance of dealing with the doubts of students in a more reflective way. Finally, the results of the third group showed that the ¿problem solution¿ procedure and the computer have both a potential to develop autonomy
Subject: Autonomia escolar
Computadores
Língua inglesa - Estudo e ensino
Ensino fundamental
Language: Português
Editor: [s.n.]
Date Issue: 2006
Appears in Collections:IEL - Tese e Dissertação

Files in This Item:
File SizeFormat 
Hatugai_MarceloRosa_M.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.